Segunda-feira, 16.01.17

A Livraria do Sr. Péricles

Olhei e achei estranho, à primeira achei que qualquer coisa não encaixava na minha cabeça.

Sim, era uma frutaria, mas não sei há quanto tempo lá estará... também vou poucas vezes à cidade onde na minha adolescência a frutaria de hoje era a Livraria do Sr. Péricles nos tempo de então.

A livraria do Sr. Péricles era também papelaria, como acontecia na altura, uma papelaria com as novidades dessa época onde adorávamos precisar de ir. Tinha um balcão de madeira, relativamente alto, tenho a sensação que precisávamos de nos esticar para espreitarmos lá para dentro...

Do que me lembro também é das "sebentas"do Sr. Péricles, que eram uns cadernos muito grossos, aí com um centímetro de lombada, de folhas muito brancas e que serviam para tirar apontamentos, fazer rascunhos de trabalhos e... muitas vezes para fazer bonecada quando estávamos distraídas.

 

A minha ligação a esse edifício resulta ainda do facto de no 1º andar ter sido a sala de explicações do Sr. Manso. A sala tinha uma enorme mesa à volta da qual nos sentávamos, em grupos de oito a dez alunos, e onde havia também um enorme quadro preto colocado num cavalete.

O Sr. Manso só dava explicações de Matemática ao Complementar, hoje 10º e 11° anos, tinha um certo mau feitio e tínhamos-lhe muito mais respeito do que a qualquer professor.

Hoje o edifício, que então tinha uma linda varanda está em avançada degradação, a Livraria do Sr. Péricles já lá não está há muito e eu tenho pena!

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 20:21 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 10.01.17

Ora digam lá...

São ou não são laranjas biológicas? Sem qualquer tratamento, as conchinilhas não se fizeram rogadas e atacaram como se vê.

 

Quem as compraria assim?

 

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 13:41 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 06.01.17

10,200 kg de kiwis...

Tenho-lhes ligado pouco devido à minha itinerância, mas mesmo assim os dois pés produziram bem.

 

A qualidade é boa e são absoluta e verdadeiramente BIO, não que eu fizesse por isso mas a realidade é que não apanharam praga nenhuma e cresceram bem sem qualquer fertilizante!

 

Aqui estão eles:

image.jpeg

image.jpeg

tags:
publicado por naterradosplatanos às 16:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 05.01.17

A Luisa tem razão!

Um dia destes no comentário ao meu post "Pinheiro" tropical, dizia ela que tinha saudades de um inverno a sério! Mas o que é um inverno a sério? Ora isso depende. No Canadá é um inverno com grandes nevões, às vezes soprando o "blizard"(vento forte e gelado carregando consigo neve) seguidos de dias de sol e céu tão azul como o do Mediterrâneo, no entanto temperaturas sempre negativas, abaixo dos -10º que muitas vezes "feels like" -15, -16 ou -17° a depender do vento que sopra.

 

Aqui na nossa longitude e falo de longitude, já que as latitudes do Canadá habitado rondam as nossas, o Inverno é para nós tempo de muita chuva, dias e até semanas, vento às vezes forte e com temperaturas aí pelos 10º (atenção, aqui são também 10 mas positivos). Tudo associado a sistemas frontais que vêm do oceano  e nos atravessam uns a seguir aos outros.

Dias para sair com um bom casaco, com guarda-chuva resistente e as luvas também se agradecem.

 

Porém este ano ainda nada disso aconteceu e por isso quatro pares de luvas jazem ainda dentro da gaveta!

image.jpeg

 

 

O orvalho no limoeiro mostra bem como as noites não são verdadeiramente frias, se o fossem as folhas estariam cobertas de uma película branca de geada.

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 11:03 | link do post | comentar
Domingo, 01.01.17

Dia 1 de Janeiro de 2017, 7:45 da manhã...

Espreite pela janela, não se via vivalma, dois ou três táxis cruzaram-se mas a rua continuou vazia...

Os meus "saltiões" acordaram depois das oito, compensando a hora que o nosso réveillon lhes tinha tirado. A partir daí a outra babysitter tomou o meu lugar, diga-se, a televisão! A bonecada dos "pockemons" passava no ecrã logo a avó deixou de existir... a comodados no sofá lá ficaram até os pais acordarem.

 

Entretanto fiz-me à Avenida, o glamour das lentejoulas brilhava ainda em algumas montras mas certamente esse glamour estará em saldo amanhã. O vazio da rua dava- me a sensação de um End na azáfama do início do Advento até à perenidade do fogo de artifício...

Descendo a Av. Guerra Junqueiro cruzei-me com um par que zigzagueava no passeio de copo plástico na mão e que em voz um pouco toldada me desejou Feliz Ano, sorri para mim e retribui.

Mais a baixo cruzo- me com um grupo de quatro raparigas Roman, a forma de vestir não deixava dúvidas, deviam ir, pela direção que tomaram, para o seu "posto de trabalho", a porta da Igreja de São João de Brito.

 

 

Ao entrar na Estação do da Alameda o cenário era de idas e vindas para e do Aeroporto, malas puxadas pelos viajantes, subiam e desciam as escadas. Um casal de italianos com três filhos pequenos pediu-me uma informação, a que só consegui responder em inglês já que no ano que passei no país que é o deles pouco ou quase nada aprendi! "Gratzias" e rodaram como rodavam as malas que cada um trazia.

Já não vinham para a passagem de ano mas talvez para aproveitarem dias mais tranquilos...

 

Assim foi o começo do primeiro dia de 2017 a que se juntou uma pequena constipação...

publicado por naterradosplatanos às 19:06 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sábado, 31.12.16

10,9,8,...,3,2,1, Feliz Ano Novo!!

Isto foi a passagem de 2016 para 2017 com os meus netos pequenos que ainda não têm idade, nem capacidades para esperarem pelas 12 badaladas.

Assim a avó fez a "passagem" com eles e por antecipação. Improvisamos um bolo, com uma vela por cada um de nós mais uma pelo pai e outra pela mãe que assim puderam ir passá-lo com os amigos. Fizemos chim-chim com água depois da contagem decrescente, tiramos fotografias, telefonaram aos pais e aos outros avós a desejar-lhe um Feliz Ano... Vestiram os pijamas, lavaram os dentes e em cinco minutos estavam a dormir.

Feliz Ano Novo meu queridos!

 

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 22:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Embrulhadas até à Primavera...

Vi isto quando estive em Montreal.

Lá por Outubro os arbustos começam a aparecer protegidos por serapilheiras que evitam que a neve ou os menos muitos graus negativos os queimem. Desde essa altura faço isso com as minhas buganvílias mais novas e assim as tenho protegidas das nossas geadas que aqui no Areeiro se formam em Janeiro e Fevereiro.

Lá para Março "desembrulho-as" e então voltam a florir. As grandes, já bem implantadas já não necessitam destes cuidados.

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 10:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 28.12.16

Sapatos com ligação USB!!!!

Pois é, os ditos sapatos que a D. recebeu são recargáveis!

Quando a minha filha se lamentava de como gerir o uso de todas aquelas cores e pisca-piscas eu disse-lhe que não valia a pena preocupar-se pois o que quer que fosse que as alimentava acabaria por se gastar. Mas qual quê, logo o N. disse: não se gastam nada pois carregam-se com uma extensão USB que trazem!!

 

E não é mesmo verdade?! É só liga-los com a dita a um computador dar-lhe algum tempo e ei-los prontos para novo sapateado feérico!

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 15:05 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 26.12.16

Loucuras do Pai Natal vs mãe desesperada

O H a D e o R ainda acreditam(?) no Pai Natal, mas certamente foi este o último ano. Coloquei aquele ? porque a Dianinha está entre o cá do lá, mas no fim quer acreditar, e no momento acredita mesmo. O Henrique que pensa muito, perguntou-me de forma despretensiosa como podia vir pela chaminé sem se queimar (disse-lhe que no caso de lareira acesa vinha pela porta), o Rodrigo esse ainda acredita piamente!

 

Ficar até à meia-noite estava fora de questão, por isso o Pai Natal tinha que chegar mais cedo e o jardim de trás foi de grande ajuda. Calçados e de casacos vestidos , toca de ir espreitar, no horizonte próximo, a sua chegada...

Essa parte não presenciei porque um sino com som de chocalhos de renas era preciso ser tocado do lado da frente.

 

Correria...

 

Debaixo do Pinheiro (o que esteve para ser decapitado) lá estavam os presentes! Segue-se a cena que todos conhecem... Tudo desembrulhado, saem robots, "pockemons", luvas de guarda-redes, legos, livros... e de uma caixa, destinada à D. estes sapatos:

image.jpeg

Suprema alegria de quem os recebeu e algum desespero da mãe que não sabe como vai gerir o seu uso, já que são aquilo que eu designei por sapatos "ti-nó-ni" pois piscam por todos os lados!!

image.jpeg

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 13:06 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 21.12.16

"Pinheiro" Tropical...em dia de solstício de Inverno

Fala-se do aquecimento global e eu até já fui mais descrente! Se bem que se exagere é evidente que algumas atividades humanas têm que forçosamente ter algum contributo.

Porém esse exagero está a alimentar outras atividades que por sua vez criam trabalho o que no computo geral até é bom!

Assim estamos no dia do Solstício de Inverno, dia em que astronomicamente o Inverno começa.

Digo astronomicamente já que  a demonstrar a amenidade deste mês, as minhas buganvílias ainda têm flor, o que não seria suposto.

 

De uma delas fiz um "pinheiro" tropical.

image.jpeg

Fotografia tirada há dois dias (19.12.2016)

publicado por naterradosplatanos às 11:29 | link do post | comentar | ver comentários (4)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Janeiro 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO