Quinta-feira, 21.09.17

Obsolescência programada

Parece que é o mal que está a atingir o meu iPad depois de 6 anos muito trabalhados! Se não aparecer por aqui nestes dias já sabem o motivo. Acho que vou ter mesmo que comprar outro...

publicado por naterradosplatanos às 20:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 20.09.17

S. Pedro de Moel e o mar...

A neblina por cima dele, as arribas e numa delas o Farol. Farol já sem faroleiro que o acenda embora à noite ainda se deixe ver a algumas milhas de distância...

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpegI

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 19:48 | link do post | comentar
Terça-feira, 19.09.17

As janelas de S. Pedro de Moel

Estavam a servir-nos um café quando me lembrei de perguntar a quem no lo servia: S.Pedro de Moel é vila ou aldeia? Nem uma coisa nem outra, respondeu, e acrescentou: também não é freguesia, pertencemos à Marinha Grande! Com ar orgulhoso rematou: somos um cantinho do Paraíso com 400 residentes!

 

Muito poucos lugares de praia estarão arquitetonicamente tão preservados quanto ele, as vivendas ao estilo Raúl Lino, outras ao estilo anos 50 estão cuidadas, embora alguns jardins denotem apenas uma ocupação sazonal. O planeamento das ruas, fora do núcleo antigo, denota a preocupação que houve em dar-lhe certo charme...

 

E é verdade aqui tudo é sereno, sobretudo agora que as férias terminaram, que as janelas se fecharam e a neblina que a caracteriza a torna mais tranquila...

 

Agora nas ruas deambulam apenas casais de paragens longínquas e outros, como nós, de bem mais perto!

 

 

Aqui ficam as janelas...

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

<

image.jpeg

<

image.jpeg

p class="sapomedia images">image.jpeg

image.jpeg

p class="sapomedia images">image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 15:13 | link do post | comentar
Sábado, 16.09.17

"Caixa virtual" de memórias

Durante o nosso almoço falamos de tudo, o tudo que estava incluído nestes 27 anos. O percurso académico da Clélia que passou pela licenciatura e mestrado em engenharia química e o posterior doutoramento em Southampton, onde a Austrália se fez horizonte... A sua vida nessa terra longínqua, de como Brisbane é uma cidade "familly friend", da sua casa com horta-jardim onde crescem oregãos alentejanos, do seu trabalho que lhe dá tempo livre para os filhos...

Do meu lado, a vida de professora durante muitos mais anos na escola onde aluna e professora se encontraram, as memórias comuns desses tempos, as notícias dos meus filhos que ela conheceu, dos meus netos que viu agora no iPad...

A Sandra ajudou no relembrar e reavivar memórias, falamos também de quão difícil é estar longe e de como se minimizam as saudades: o skype que faz com que a bisavó e avó vejam crescer os netos, o Fb que mantém as amigas em contacto...

Objectei que o Fb fosse a melhor maneira de manter laços verdadeiros, uma vez que para mim ele só permite manter conhecimentos através de algumas banalidades, às vezes vaidades!

Não discordaram e embora me dissessem que escrever e-mails está mais ou menos fora de moda, concordaram que são uma forma virtual de substituir as antigas cartas de correio, que aliás elas já não devem conhecer!

 

No fim do nosso almoço pedimos à menina que nos trouxe a conta que nos tirasse esta fotografia que ficará aqui, nesta "caixa virtual" de memórias em que eu estou a tornar o " No Areeiro e por aí..."

 

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 22:09 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quinta-feira, 14.09.17

Carta à Clélia

Querida Clélia

Não imaginas como senti o abraço apertado que demos e o assumar das tuas lágrimas e o sentir as minhas, que não foram por simpatia (tu que és eng. química sabes em que sentido estou a aplicar a palavra).

Ao fim e ao cabo foram 27 anos entre o tempo que foste minha aluna e o momento de hoje! Saber que a adolescente de então, a viver nas antípodas da terra que a viu nascer, e hoje se quis encontrar com a professora de Geografia de então, tem muito significado para mim.

Estou contente por te ter devolvido o teu Caderno de Trabalhos Práticos, que fui resgatar da minha "arca de tesouros" onde esteve guardado todos estes anos! Foi uma decisão acertada pois quem um dia lhe iria dar valor? São coisa tão pessoais que só os envolvidos dão importância!

Claro que não irá contigo para a Austrália mas ficará certamente na "caixa de tesouros" que também me disseste possuir e quem sabe, dela sair daqui a outros 27!

 

Querida, que tudo te corra bem lá por essas lonjuras para onde o destino te levou!

Não te posso prometer uma visita a Brisbane dada a imensidão da distância mas estarei sempre à distância de um click aqui no meu blog e também na esperança do teu, que prometeste iniciar como uma "caixa virtual de memórias"!

 

Beijinhos da tua professora (ex)

D.M.

 

 

 

Depois de 27 anos foi embrulhado e (re)oferecido...

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 19:34 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Domingo, 10.09.17

Já fez 8 anos!

As festas de aniversários dos meus netos mais nos novos são sempre em modo pic-nic e nele se incluem avós, tios,tias e primos... a dos amigos é noutro dia!

 

Normalmente é nos Jardins da Estufa Fria ou nos Jardins da Gulbenkian.

Há mantas, cestos com pratos, copos, talheres descartáveis, tal como há frango aos bocadinhos, "ribs", empadas croquetes, rissois, salada, fruta... enfim o que é próprio de um pic-nic... tudo isto em cima de uma toalha que por acaso este ano não foi aos quadrados! À volta um imenso espaço relvado onde a bola também irá rolar!

Além disso, ao lado do relvado da Estufa Fria há um parque infantil com muitas brincadeiras ainda apetecíveis nestas idades.

Todos gostamos muito desta modalidade e nenhum dos adultos lamenta estar de pé ou ter que usar talheres descartáveis!

 

O bolo, claro, tinha que ser alusivo à sua paixão futebolística...

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 22:15 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Sexta-feira, 08.09.17

A Madona no Museu...

Bom, não é a Madona pela qual meio mundo anda curioso, mas muitas mandonas que saíram da mão de mestres pintores e que o Museu do Vaticano guardou.

Porém um desses tesouros, obra de Tintoretto, e que ocupa em exclusivo uma parede, não veio do Vaticano mas sim do Convento de Singeverga (Santo Tirso) e que juntamente com todas as outras obras estará até 2ªf no MNAA.

 

O tema absoluto é a "mãe e o menino" em versões que vão do Séc XIV até XVIII e a que é acrescentada a contemporaneidade de Chagall (1948) a meu ver um tanto deslocada dado, o período que a exposição abrange.

 

Há quadros lindíssimos, os flamengos são certamente os meus preferidos, no entanto o que mais me impressionou foi o do pintor primitivo Vitalo da Bologna, séc. XIV em que olhar da mãe e do filho são terrivelmente expressivos.

 

Se não se tratasse de uma mãe com o filho nos braços, apelidaria esse ar de irónico, trocista, até de certa malvadez, mas nada disso cabe numa relação maternal... por isso há que desvaloriza a minha interpretação.

 

Um olhar tão enigmático quanto o da Mona Lisa...

image.jpeg

image.jpeglaimage.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 19:06 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 07.09.17

Setembro vai rolando...

O Equinócio está para breve, mais duas semanas e os dias passam a ser progressivamente mais pequenos do que as noites, aliás, já se nota pelas sombras no meu jardim que o Sol se põe bem mais cedo, embora o calor se mantenha durante o dia.

Também isto significa que as cadeiras, as bolas, as pranchas estão prestes a ser arrumadas até para o ano.

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 08:39 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 06.09.17

Centenas, Dezenas e Unidades

Acabo de ler o post da Luisa e lembrei-me de uma gracinha semelhante do meu filho A, então com uns sete ou oito anos.

Íamos de carro e à saída da cidade havia um enorme "outdoor" da CDU e ele muito orgulhoso do seu saber diz-me: olha, mamã, centenas dezenas e unidades!

 

publicado por naterradosplatanos às 16:19 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 04.09.17

A safra dos maracujás...

Safra é um termo muito usado pelos brasileiros quando se referem a colheita e como o ouço muitas vezes da boca do Sr. Romeu, passou também a fazer parte do meu vocabulário.

Sim, este ano a safra dos maracujás no Areeiro, pese um dos pés ter secado por muitos dias acima de 40º e não por falta de água, tem sido muito boa: grandes e muitos.

Aqui fica uma pequena amostra:

image.jpeg

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 13:16 | link do post | comentar | ver comentários (2)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Setembro 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
15
17
18
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO