2° dia em Barcelona...

O que hoje foi mesmo bom, embora interesse a muito poucos, foi termos ido almoçar à Barceloneta com o A. que veio em negócios!

Valeram sim as duas horas de conversa à volta da mesa, já que como alguns sabem para mim é, podemos dizer, um sacrifício ver-me sentada em frente a um prato a transbordar e eu comer apenas 20% do que lá colocaram! Sinto-o como se estivesse a cometer um pecado!

Esta minha sensação de me encontrar em falta vem não só da educação que os meus pais me deram mas de uma experiência que tive na Holanda e aí não como turista, mas que agora fica fora do contexto para a explicar.

Pois foi... duas horas em que falamos dos catalães e da sua ânsia de independência, da sua maneira de ser que segundo o A. é mt diferente dos restantes espanhóis.

Claro como não podia deixar de ser escalpelizamos o Syriza, os seus dirigentes e a sua face perante quem os elegeu... Falamos do nosso país e da sua visão, de como sendo muito diferentes, as soluções políticas têm de ser as mesmas, mesmo que se mudem os nomes dos seus agentes. Mas em suma, o A. sendo um empresário de 35 anos e tendo negócios pelo mundo é um otimista quanto a Portugal que segundo ele com mais ou menos acidentes de percurso será sempre um bom lugar para viver!

 

De passagem passeamos nas Ramblas, comprei o "postal para nós" e encontrei por mero acaso nas inúmeras tendas de flores, uma carteira de "luffa vine", o Google explica do que se trata!

Ainda pelas Ramblas fomos espreitar outra obra de Gaudi, isto numa rua estreita e escura (um desperdício de tanta beleza num lugar daqueles)!

 

Por não haver ângulo só fotografei as chaminés... de fadas! Aqui vão elas:

image.jpg

image.jpg

publicado por naterradosplatanos às 20:47 | link do post | comentar