Quinta-feira, 31.05.12

Como andar “por aí…” oito, quinze ou vinte dias com uma mala de cabine!

 

 

Quando regressei dos vinte e cinco dias na Flórida prometi que explicaria como viajar tanto tempo com uma mala de cabine e hoje que ando “por aí… aqui vai o como:

 

Primeiro, toda a roupa deve ser de fácil manutenção e o mais nova possível (quanto mais nova for mais fácil é de tratar).

 

Segundo, levar 100ml (volume permitido nos aviões) de um bom detergente de máquina da roupa porque não fazendo espuma e lavando bem facilita a tarefa. No caso de a viagem demorar mais de oito dias então não se leva detergente e adquire-se um à chegada.

 

Terceiro, levar dois ou três cabides de arame (dos que vêm das lavandarias) porque nem sempre os dos hotéis saem dos guarda fatos e são necessários para pendurar e esticar bem os polos (os de boa qualidade sendo bem esticados não precisam de ser passados).

 

Quarto, todas as noites lavar a roupa interior, meias e polos e quando achamos necessário lavar mesmo calças. Claro que se a viagem for de verão é necessário lavar mais vezes do que se esta for de inverno

 

 

Agora vejam as fotografias e respetivas legendas.

 

Primeira camadana parte de baixo:

roupa interior, meias, pijama, chapéu de chuva, e kit de sobrevivência (resistência para fazer o chá  da noite,caso não haja no quarto do hotel)

Na bolsa da esquerda vão os artigos de higiene tb reduzidos ao mínimo já que nos hoteis há sempre shampoo etc. Na da direita os medicamentos do tipo SOS ou seja, um antibiótico, emodium para a diarreia (estes desde que lá andam felizmente nunca foram usados e já tive que os renovar pois passaram da validade), pastilhas para a garganta, pensos rápidos, algumas aspirinas...)

 

  

 

 

 

Primeira camada na parte de cima: chinelas e os ditos cabides, mais um saquinho que anda ali desde a nossa ida à Califórnia e para eventualmente poder ser usado. 

 

 

 

2ª camada: por baixo dos três polos vai um ou dois pares de calças dependendo da duração da viagem ( no verão vão umas daquelas que se transformam em calções)

 

 

 

2ª camada na parte de cima: por debaixo do casaco impermeável está um polar bem quentinho que mesmo em viagens de verão vai sempre.

 

 

Como veem ainda fica (sobre tudo no verão) muito espaço e nessa altura depois de passar no controlo ainda meto o computador na mala!

 

A técnica de viajar levezinha é esta pois também só levo os sapatos que tenho calçados  neste caso bem usados ao contrário da roupa assim terei a certeza de que não me magoarão), pois na eventualidade de precisar de outros, o que nunca aconteceu, sempre poderei comprar in loco.

 

Depois é só fazer uma sabonária antes de deitar, pendurar e o ar condicionado do quarto encarrega-se de secar e de manhã está tudo pronto, caso contrário deixa-se no guarda fato.

 

Experimentem e verão como é excelente não estar na passadeira rolantante à espera da nossa mala, que nos parece que nunca mais chega!!

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 10:51 | link do post | comentar | ver comentários (6)
Quarta-feira, 30.05.12

Depois do "peeling" e do "botox"…

 

Lembram-se de eu ter falado da minha velhinha máquina de costura?

Para quem não se lembrar, está aqui a sua história e o seu aspeto de então:

 

http://blogs.sapo.pt/editjournal.bml?usejournal=noareeiroeporai&itemid=30689

 

Entre os comentadores desse post esteve o meu irmão que, ou emocionado pelo trabalho árduo da mesma, ou por ter lá em casa uma igual mas em muitíssimo melhor estado me dizia:

Posto isto, aqui te estou a oferecer gratuitamente uma dessas restaurações que incluem, afinações, lubrificações e até um "peeling" fantástico que a tornará de novo atraente e…

 

Ora, como ficar indiferente à oferta destes serviços com a garantia de um serviço de maquilhagem (e não só) absolutamente surpreendente?

E aqui ficam para comparação o ANTES e o DEPOIS da minha indispensável máquina de costura que, a partir de agora será tratada como se fosse um carro novo!

Perguntem à minha irmã Lena que lhes dirá como é!

 

ANTES...

 

 

 

HOJE como acabada de sair das lojas Cancelas onde a comprei vai para 43 anos!

 

 

 

 

Obrigada a quem operou esta maravilha!

publicado por naterradosplatanos às 10:35 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 28.05.12

Batizado no Museu...

 

 

 

      

 

Foi uma agradável surpresa a festa de batizado do Dinis! A cerimónia na igreja foi despretensiosa dado o estilo do Sr. Padre, muito embora dentro dos cânones normais.

O pequenino ia uma ternura, calçãozinho de veludo azul escuro e camisinha de seda, o cabelo loiro e os olhos verdadeiramente azuis faziam dele um daqueles princepezinhos que nos habituamos a ver descritos nas histórias de infância… e dado que já fez um aninho disfrutou bem da cerimónia: pegou na vela de forma capaz, aceitou sem reclamar os santos óleos e a água benta cabecinha abaixo e, claro, bateu palmas quando no seu entender achou oportuno!

 

Depois a reunião da família e dos amigos foi uma surpresa pois não foi um simples almoço num qualquer bom restaurante, mas um almoço servido numa ala do Museu Abade de Baçal.

A chuva não nos deixou usufruir do jardim como estava planeado, mas dentro o ambiente foi compensador. Houve música tradicional em excelentes duetos e também áreas de ópera… e para completar, já no fim do almoço, depois de umas breves palavras da minha sobrinha e mãe do Dinis, houve, vejam só que interessante ideia, uma visita guiada ao Museu!

Sim, foi excelente pois muitos dos que estavam presentes nunca tinham estado na cidade e como tal foi uma maneira de lhes mostrar algo que vale a pena ver. Mesmo quem já o conhecia, muitos participaram também como prova de que foi realmente uma festa de batizado original.

 

Obrigada Marta  pelo excelente dia que me proporcionaste.

publicado por naterradosplatanos às 13:24 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quarta-feira, 23.05.12

Do Areeiro...

 

       

 

Do Areeiro …

 

 

 

 

 

 

 

Não tenho aparecido aqui, não por preguiça, não por  ter esta “geringonça” a não funcionar ou por outro qualquer motivo válido, mas simplesmente porque me faltou assunto que eu achasse com interesse para quem me lê!

 

Quando se está pelo Areeiro muito tempo e não “por aí…”, às vezes torna-se difícil ter imaginação: na horta está tudo a crescer, mesmo achando eu que é muito lentamente, os morangueiros até aqui só deram uma dúzia e as  cerejas começam timidamente a pintar e... mais nada de relevante!

publicado por naterradosplatanos às 18:51 | link do post | comentar | ver comentários (8)
Quarta-feira, 16.05.12

No Areeiro.. senti saudades

Hoje recebi um email com um site, abri-o e o que senti foi a pena de no momento não estar em frente de uma turma, de ser de novo professora de Geografia!

 

Como teria sido muito melhor professora se tivesse na altura (já lá vão oito anos), tudo isto ao meu dispor! Então, ainda os computadores nem os quadros interativos tinham passado as portas das salas de aula…

O meu belíssimo quadro (verde escuro) só admitia o velho giz mesmo que existisse nas cores do arco-íris e elas fossem profusamente usadas. Sim, havia ainda na minha sala (o que era um privilégio) um velho retroprojetor que dada a experiência fazia dele quase as vezes de um PowerPoint!

 

Realmente às vezes sinto saudades apesar das minhas colegas e amigas me dizerem que agora… agora já não é como no meu tempo!

 

 

Seismic Monitor Online

Saiba, em tempo real, onde estão a ocorrer sismos.

A vermelho, os locais onde estão a ocorrer sismos neste preciso momento.

                              http://www.iris.edu/seismon/

publicado por naterradosplatanos às 10:07 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Segunda-feira, 14.05.12

E por aí… passeando junto ao mar

 

 

 

 

       

 

 

Ontem a manhã acordou cinzenta e morna o que nos levou a trocarmos o passeio à beira rio por um passeio à beira mar, um pouco além do Bugio, lugar onde parecem juntar-se as duas águas.

O comboio levou-nos até ao fim da linha. Com alguma surpresa constatei quão mal presada está a cidade, grafitis posso dizer e sem exagerar, em quase tudo o que é parede, uma pena!

 

Como o objetivo era caminhar no Passeio Marítimo descemos até à Praia dos Pescadores e aí iniciamos a nossa caminhada. O Passeio é largo e corre mesmo junto ao mar, há pequenos restaurantes e bares do lado da arriba, novos, velhos e crianças por todo o lado e já as havia (crianças) a esbracejar na água, mesmo que esta ainda não tenha aquecido… para elas a água é sinónimo de brincadeira e o resto não o sentem.

 

No passeio também havia Cultura, exposição de arte urbana como a seguir se documenta. Só tirei fotografias àquelas que eu percebi o que eram, mesmo que às vezes não percebesse o porquê do nome que lhe foi dado.

 

Pronto, não vou de novo falar do assunto pois as/os que me leem já á sabem o que eu penso destas demonstrações de arte…

 

O passeio continuou até S. João precisamente onde o Passeio Marítimo termia. Pensamos repeti-lo e até experimentá-lo em pleno Inverno!

 

 

"Distância" de seu nome 

 

 

 

"Perna de pau" nesta vejo a relação!

 

 

 

??

 

 

 

??

 

publicado por naterradosplatanos às 16:33 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Quinta-feira, 10.05.12

No Areeiro… faz hoje um ano que a ele regressei!

 

 

Hoje, dia 9 de Maio de 2012, tenho que dar razão à minha mãe quando, na altura, em  tardes  de conversa via Skype ela me dizia que ainda havia de ter saudades daqueles tempos!

Claro que nessa altura eu negava… que não, que não ia ter saudades! Hoje, que faz um ano que regressamos sinto, para ser sincera, que tenho algumas!

Saudades, não propriamente do todo mas sim de MOMENTOS…  momentos de êxtase perante a natureza, momentos de encantamento quando deambulava pelo Plateau… passear debaixo das mil cores de outono, do prazer de sentir a neve cair de mansinho, ou ainda do crac…crac do gelo sob os meus pés nos caminhos do Mont Royal...

 

Foi um ano enriquecedor que no entanto me levantou questões para as quais ainda hoje não encontro resposta.

 

No meu imaginário, o Canadá era um país onde tudo era mais ou menos perfeito e onde todos viviam bem e como tal socialmente justo. Porém constatei que não, que isso não era exatamente assim! Num país de grandes riquezas e apenas com 34 milhões de habitantes, não devia, pensava eu, ter pedintes debaixo de temperaturas que iam muito abaixo dos 10 graus negativos!  Mas tem e tem “Sopa dos Pobres, com filas maiores do que a Sopa dos Pobres nos Anjos (Lisboa)!

 

Há décadas a trás foi com certeza o “el dorado” de muitos e assim se compreende que nos cruzemos com gente de todo o mundo, mas hoje, hoje, também tem os seus problemas!

 

 

 

 Aqui ficam imagens de alguns desses momentos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

e também isto...

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui ficam alguns desses momentos.

publicado por naterradosplatanos às 09:31 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 07.05.12

No Areeiro… onde nada se passa!

 

 

    

 

 

 

 

Realmente é difícil encontrar algo com que “distrair” as/os meus/minhas eventuais leitoras/es quando os dias estão chuvosos e portanto me confinam à casa…

 

Já lhes tinha falado da minha nova aquisição a “burlate” que, talvez daqui a uns quatro anos dê as primeiras cerejas. Se ainda “No Areeiro e por aí” existir cá estarei a dar notícias delas. 

Entretanto aqui vai ela tal como a comprei há uns dias…

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 09:10 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quinta-feira, 03.05.12

Do Areeiro... notícias da horta

 

    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por aqui o inverno chegou em Maio! Se assim não fosse a minha horta estaria já bem verdejante: os feijoeiros deviam estar já lá em cima, os tomateiros deviam já ter mais de 30cm, a beringela, que já comprei nascida, continua exatamente na mesma, das várias sementes de abóbora que enterrei apena três saíram timidamente da terra… Os morangos que plantei naquela estrutura com ar de “ovni” estão como vêm!

 

Há que ter paciência e esperar pelos dias de sol para todas as minhas fantasias hortícolas se mostrem.

 

Já me esquecia de dizer que comprei mais uma cerejeira qualidade “burlate” que segundo a fotografia da etiqueta serão vermelho escuro e de pé curto! Ainda havia lá em baixo um cantinho vazio…

 

Nesta fotografia podem ver em o estado dos meus tomateiros...

 

 

 

 

 e nesta a fragilidade dos morangueiros.

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 21:15 | link do post | comentar | ver comentários (8)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Maio 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
15
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
29

posts recentes

últ. comentários

  • Uma ideia óptima, de facto. Já perdi a conta às ve...
  • Eu gosto imenso dessas esplanadas. Trazem-me, semp...
  • Mundo estranho, o nosso
  • Com as teorias que andam por aí sobre o género, um...
  • No passado, estas esplanadas parisienses, algumas ...
  • gostei e ainda mais que também apreciasbjs continu...
  • My pleasure!! E que fotos bonitas de Estrasburgo.....
  • Fez anos? Parabéns atrasados...Mas verdadeiros!
  • É mesmo abençoada Dalma! Porque o melhor que a vid...
  • Relembrar com a mesma pessoa ao fim de tantos anos...

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO