Quarta-feira, 31.07.13

Do Areeiro... Será que alguém os irá folhear?

Durante as tais "limpezas alentejanas" também os livros não escapam sendo aspirados no topo e depois limpas as capas e as lombadas... Esta operação sou eu que normalmente a faço, pois até serve para voltar a dar uma vista de olhos pelo que existe e que, muitas vezes, já esquecemos que temos!
Os que estão na fotografia, não estão na estante mas num parapeito algures no salão. São daqueles livros não de ler mas de ver, dado o grande número de fotografias. Referem-se a cidades ou países, uns/umas a que já fomos, outros/as onde gostaríamos de ir e outros/as até onde não queremos! Depois ainda há aqueles temáticos comprados na época em que apareceram pelas primeiras vezes, editados quer pelo Círculo dos Leitores quer pelas Selecções Reader' Digest... Livros que, estou certa ninguém lerá, eventualmente folhea-los-ão e um dia lá acabarão num qualquer alfarrabista...

Não digo que os meus filhos os não guardem com amor, mas os netos? Os netos que já nasceram com um "computador debaixo do braço" alguma vez os apreciarão? Eles que se habituaram a ter toda a informação à distância de um "click", para que lhes servirão?

Entretanto, enquanto a questão não se põe, lá continuarão no mesmo sítio, pelo menos sendo limpos e abertos de limpeza em limpeza de verão...


publicado por naterradosplatanos às 19:19 | link do post | comentar | ver comentários (13)
Domingo, 28.07.13

No Areeiro... Em tempo de limpezas

Só quando vim viver para o Alentejo é que soube o que era a verdadeira "limpeza de verão"! Podem estranhar o que acabo de dizer, mas é exatamente isso e não acredito que em mais qualquer lado seja assim!
A minha primeira experiência desta função foi com a D. Luísa no ano seguinte ao que me mudei para o Areeiro.

É assim compartimento a compartimento: primeiro tiram-se os quadros e os cortinados que se lavam. Lavam-se as paredes e o tecto. Depois passa-se aos móveis que se esvaziam do conteúdo, louças ou roupas, que por sua vez se lavam. Tiram-se as gavetas e os gavetões aspirando-se o interior e o sítio em que correm... Afastam-se os móveis das paredes e limpam-se pela frente e por trás... Logo que o que estava no interior fique pronto volta ao lugar (que no caso da roupa pode acontecer algum tempo depois). Segue-se o aspirar das carpetes, que previamente se tinham enrolado, lava-se e encera-se o chão... depois de tudo isto, volta tudo ao lugar!

Já acabou a função? Não, vem o próximo compartimento e tudo recomeça...
Passado uma semana estará então tudo pronto!

Hoje, passados vinte e tal anos, já faço uma limpeza "low-esforço" já não tiro das gavetas tudo aquilo em que não mexi, nem dos armários certas louças que não uso!

Costuma-se dizer que "no Alentejo a limpeza VAI PARA LÁ da porta da rua"!
publicado por naterradosplatanos às 22:50 | link do post | comentar | ver comentários (7)
Quarta-feira, 24.07.13

Do Areeiro...

Desde que cheguei ao Areeiro de oito dias " por aí" ainda não tinha encontrado assunto que merecesse um post...
Ontem quando fui com o meu neto N. ao quarto e o deixei deitado, antes de apagar a luz disse-lhe: dorme bem e até amanhã se Deus quiser ! Observação imediata: ó avó não gosto que digas isso! Porquê? Repliquei. Porque se é se Deus quiser, ele pode não querer e amanhã posso estar morto!

Sorri, e expliquei-lhe o sentido da expressão. Na realidade as crianças são argutas e por isso temos que ter cuidado com o que dizemos e como o dizemos!
E assim depois de tantos dias sem ideias o meu neto arranjou-me assunto.
publicado por naterradosplatanos às 21:40 | link do post | comentar | ver comentários (6)
Quinta-feira, 18.07.13

E por aí... ????

Viajar em terras de "línguas difíceis" às vezes põe-nos problemas: que escolher de um menu onde está tudo escrito em flamengo? Podem dizer, no Mcdonals pode escolher-se pelos desenhos por cima das caixas. Mas quem não aprecia a "fast food" ou apenas a suporta uma ou duas vezes?!
Depois,há as informações que a nós não informam nada porque não as compreendemos...foi o caso de uma excelente exposição (pelos documentos visuais que exibia) sobre a diáspora dos flamengos no Novo Mundo, que estava na Estação Central e que eu gostaria de ter lido placard a placard...

Também os os sinais de trânsito põem problemas. Claro que eles são os mesmos mas quando se lhes acrescenta informação escrita é que o problema surge. Por exemplo:





Estes quererão dizer," é proibido a bicicletas" ou " é só permitido a bicicletas"? Nunca chegamos a uma conclusão!


Mas como " uma imagem vale mais do que mil palavras", aqui está esta que não deixa dúvidas!!

publicado por naterradosplatanos às 16:34 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quarta-feira, 17.07.13

E por aí... "Randonner" por Bruxelas

Hoje o dia foi destinado apenas a deambular pela cidade sem preocupação de vermos nada em especial que não fosse olhar as pessoas, o bulício da cidade, o vai e vem de uns afadigados, outros como nós apenas fluindo...

Do que me foi dado ver há muitos muçulmanos, a ver pela data de muçulmanas e respectivos filhos que com elas trazem consigo...tudo gente nova que provavelmente mais terão! Vi romenas anichadas no chão pedindo, algumas delas sem ostentarem sinais de pobreza a atender à forma como estavam vestidas, vi também outros pedintes embora sem o ar de sem-abrigo...
Espreitamos as montras e constatamos os preços às vezes elevados, olhamos ocasionalmente uma libraria e realmente constatamos a importância, pelo menos em número, da população árabe, não só pelos títulos nessa lîngua como também em livros de iniciação para crianças "



Na deambulação pela cidade deparamos- nos com murais interessantes, não grafitis, mas reproduções de banda desenhada de autores belgas como Hergé com o seu Tim-Tim entre outras e que deixo em baixo:











Ah! Também comi uma "gauffre" tão típicas destes lados. Não comprei nenhum bom- bom belga porque aqueceu e como tal iriam amolecer...
Regressamos a meio da tarde sem no entanto deixar de passar de novo na Grand Place!




Amanhã voaremos de novo para casa...
publicado por naterradosplatanos às 20:12 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Segunda-feira, 15.07.13

E por aí... ATOMIUM



Estivemos aqui os dois há muitos anos, depois voltamos os cinco (esqueci-me de ver nos nossos Diários há quanto tempo foi), hoje retornamos de novo sozinhos o que não é a mesma coisa...não sentimos portanto qualquer incentivo para subir e deambular pelas 9 esferas reluzentes que constituem o ATOMIUM e que naquele tempo deixaram os meus filhos maravilhados!



publicado por naterradosplatanos às 18:52 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Domingo, 14.07.13

E por aí... Em Gent



Gent foi a nossa sede nesta semana. Escolhemos ficar aqui porque é a cidade equidistante de Bruges, Antuérpia e Bruxelas e a escolha foi boa pois fica a 62km da mais longe e 50 da mais próxima.
Bruges como cidade flamenga que é tem talvez mais casas com a sua arquitetura típica,ou pelo menos foi a ideia com que fiquei, comparando-a com Antuérpia ou Bruges.

Igrejas e catedrais são muitas, algumas fechadas para recuperação. Hoje como era domingo e de manhã havia missas pudemos entrar em duas. Interiormente não são imponentes...
Havia mercados e bandas de música nas ruas. Fiz dois vídeos com elas a tocar mas como estou a fazer os posts do iPad e não tenho a cábula para os por no YouTube tenho que deixar isso para mais tarde.

São 9.30, estamos há espera que anoiteça para irmos ver a cidade à noite que, segundo as informações turísticas é um " must" a não perder. Eu que gosto de me deitar cedo está a custar-me um pouco...










Mas também se vê disto:

publicado por naterradosplatanos às 20:53 | link do post | comentar | ver comentários (3)

E por aí... Em Antuérpia

Estivemos a última vez em Antuérpia precisamente em 1999, portanto há 14 anos, vindos da Holanda.
Passado tanto tempo e tanta coisa que entretanto vi, para além da praça Grote Mark já de pouco me lembrava.
A área histórica é linda, bem conservada no seu puro estilo flamengo como podem ver







Para lá disto é como qualquer outra cidade e aqui está a prova:




Nas nossas deambulações, que incluem sempre ruas afastadas do centro, encontramos por vezes aspectos interessantes. Hoje deparamos com a área dos portugueses onde tirei as fotografias que se seguem:



O cor de rosa já foi vermelho!







São duas realidades diferentes: a que se mostra aos turistas e a outra onde também há papeis no chão e ervas a crescer nos passeios!
publicado por naterradosplatanos às 07:37 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 12.07.13

E por aí... Aqui não é certamente o verão mais quente dos últimos 200 anos!

Hoje resolvemos rumar ao litoral da Flandres, sim porque nitidamente há duas senão três Bélgicas. Aqui onde estamos só se fala realmente flamengo, as informações são em flamengo tal como as instruções, os avisos... No caso dos avisos o assunto é mais problemático pois podes estar a incorrer em erro sem saberes e então se vais na estrada ainda pior.
Ainda hoje em plena auto-estrada havia um aviso, penso eu que era um aviso, que tinha a imagem de um cigarro esborrachado e com uns dizeres por baixo! Mas que informação/ proibição quereria ele transmitir? Como ambos não fumamos não se deveria dirigir a nós, portanto andando...

Na realidade por estes lados já não há "campo", as cidades umas maiores outras menores pegam umas nas outras, no litoral já poucas dunas existem, ou há cidades de veraneio ( como pode-las chamar de praia ?) ou então são portos de mar!
Assim é entre Oostende e Knokke-Heist, ambas cidades de "praia"ou pelo menos equipadas para isso. Mas quando haverá tempo ( meteorológico) para as gozar? Hoje, 12 de Julho estavam 17° e chuviscava...
A gente que por ali deambulava vestia-se de forma engraçada, de inverno até à cintura e de verão daí para baixo, ora reparem



Vejamos agora o areal bem cuidado e apetrechado. Aqui não são precisos guarda-sois nem as nossas típicas barracas ou mesmo os modernos garda-sois tropicais, aqui são é mesmo precisos para-ventos bem colocados como os que vêem na fotografia porém ainda totalmente vazios...





Aqui vai a prova:

publicado por naterradosplatanos às 19:22 | link do post | comentar | ver comentários (3)

E por aí... em Bruges

Embora já tivéssemos vindo por três vezes à Bélgica, a primeira há 32 anos sozinhos, a segunda com os filhos e mais uma vez sozinhos, nunca tínhamos estado em Bruges.

O que estas cidades têm de interessante é sempre o seu centro histórico com as suas praças e esplanadas e casario típico... Em Bruges acrescentamos os canais que lhe conferem uma sensação de enorme tranquilidade...

Como não tenho apetência por escrever roteiros turísticos deixo aqui apenas algumas fotografias:


Aqui o verão ainda não chegou e o céu estava ameaçador...




publicado por naterradosplatanos às 18:43 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Julho 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
16
19
20
21
22
23
25
26
27
29
30

posts recentes

últ. comentários

  • Lena, consegui sete sementes das bagas que trouxe....
  • Quem suspeitaria que esta beleza de arbusto era or...
  • Também tenho o privilégio de receber postais do gé...
  • Tenho visto esporadicamente a Volta na televisão q...
  • É um desperdício essa piscina tão convidativa não ...
  • É melhor ir comprar um determinado antimosquitos à...
  • Ó Lena, tens toda a razão!
  • Não será "ir fazer a barba a Cacilhas"? A mim mais...
  • Ficamos felizes quando as criancas se divertem mes...
  • Grande "bomba", afilhada! Gostei de ver. Continuaç...

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO