Terça-feira, 31.01.17

A flauta volta a ouvir-se...

Quando ouço a flauta dos amoladores invariavelmente lembro-me do Professor Orlando Ribeiro.

Dizia ele que sempre que os amoladores voltavamà rua ua era sinónimo de crise. Explicava-nos que quando os salários se tornavam magros havia que suplementá-los com outras atividades e assim saíam à rua os amoladores que,  para além de afiarem facas e tesouras, deitavam pingos em fundos das panelas e arranjavam as varetas dos guarda-chuvas.

A bicicleta parava, então a roda de grés, colocada na parte de trás girava à velocidade que o pedal lhe imprimia, simultaneamente as faíscas saíam e fascinavam-nos...

A crise, a de hoje, também tem os seus amoladores só que mais sofisticados, já não deitarão pingos em fundos de panelas, nem consertarão  guarda-chuvas...Também a bicicleta foi substituída pelo triciclo que adquiriu ares de tuc-tuc carregando sobre si a a publicidade dos serviços que presta.

 

Porém a flauta continua ainda a fazer parte do ofício e não fora ela e eu não teria dado pela modernidade do seu aspeto.

 

image.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 23:39 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sábado, 28.01.17

Pela manhã...

Quando não chove, logo pela manhã, vou normalmente dar uma volta à "propriedade". Hoje quando ia colher tangerinas dei-me conta desta rolinha pousada nos meus kiwis:

image.jpeg

 

Mas o frio, pouco tempo depois, pô-la assim:

image.jpeg

tags:
publicado por naterradosplatanos às 13:08 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 25.01.17

Oportunidade de ler Gabriel Garcia Márquez

Não é normal, pois nunca deixamos para pagar os impostos nos últimos dias, mas desta vez, por motivos circunstanciais, isso aconteceu.

Primeiro foi o não haver impressos disponíveis na Repartição de Finanças daqui (!!!) estranho, mas verdadeiro, depois foi a falta de alguns dados necessários...

Resolvido tudo isto estávamos a aproximar-nos do fim do mês e, para evitar passar lá umas boas horas, resolvemos ir com bastante antecedência da abertura.

Como estar numa fila sem nada fazer nos faz sentir o tempo psicológico e uma hora, passa a duas ou três o melhor era levar um entretém... não um telemóvel, mas um livro.

Na secção literária do DN tinha visto referência a um livro de Gabriel Garcia Márquez publicado este ano em Portugal pela 1ª vez - Em Viagem pela Europa de Leste- 190 páginas em que o então jovem jornalista deu a conhecer o que se passava e como se vivia para lá da "cortina de ferro" e foi esse o escolhido.

 

Quem já leu GGM sabe que lê-lo é o mesmo que estar perante um écran onde o filme passa, literalmente!

Foi ele (o livro) que me ajudou a não dar por uma hora na bicha das Finanças!

 

 

Escrito em 1957 é estranho que só agora em Janeiro de 2017 tenha tido em Portugal a 1ª edição.

 

Leiam, é informativo e educativo...

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 19:00 | link do post | comentar
Sábado, 21.01.17

Os taxis(tradicionais) e a Uber

Já conheço a Uber desde que em Setembro de 2013 estive em San Francisco (CA).

Posso dizer que "assisti" ao  nascimento dessa novidade como podem ler AQUI

Não sei mesmo se nessa altura a plataforma tinha já esse nome mas o facto é que já funcionava.

Uns dois anos depois chega a Portugal e à Europa com esse nome...

Desde o dia 18 passado dia em que tomei um Táxi convencional, digo:  venha a Uber!

Vejamos: O taxi foi chamado pelo telefone para uma central: o táxi 438 vai a caminho, diz de lá uma voz feminina.

Desço, minutos depois o táxi chega, abro a porta e só não a fechei de imediato, ficando portanto na rua, porque tinha muita pressa!

O táxi, parecia (ou teria acontecido?) ter transportado estrume para uma qualquer horta urbana!! O condutor estava a condizer e não vale pois mais descrições.

 

Definitivamente decidi carregar a App da Uber no meu iPhone!

publicado por naterradosplatanos às 19:59 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Atravessando o Tejo...

Há dois dias as circunstâncias levaram-me a passar pela primeira vez a ponte sobre o Tejo de comboio e estava na expectativa da Lisboa que dela veria.

Porém, como a maioria das vezes que aqui aterro, a rota é essa e permitindo uma maior abrangência, não achei nada de especial.

 

O sol que fazia, iluminava-a mas a velocidade do comboio não permitiu melhores fotografias do que esta:

image.jpeg

tags:
publicado por naterradosplatanos às 19:25 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 16.01.17

A Livraria do Sr. Péricles

Olhei e achei estranho, à primeira achei que qualquer coisa não encaixava na minha cabeça.

Sim, era uma frutaria, mas não sei há quanto tempo lá estará... também vou poucas vezes à cidade onde na minha adolescência a frutaria de hoje era a Livraria do Sr. Péricles nos tempo de então.

A livraria do Sr. Péricles era também papelaria, como acontecia na altura, uma papelaria com as novidades dessa época onde adorávamos precisar de ir. Tinha um balcão de madeira, relativamente alto, tenho a sensação que precisávamos de nos esticar para espreitarmos lá para dentro...

Do que me lembro também é das "sebentas"do Sr. Péricles, que eram uns cadernos muito grossos, aí com um centímetro de lombada, de folhas muito brancas e que serviam para tirar apontamentos, fazer rascunhos de trabalhos e... muitas vezes para fazer bonecada quando estávamos distraídas.

 

A minha ligação a esse edifício resulta ainda do facto de no 1º andar ter sido a sala de explicações do Sr. Manso. A sala tinha uma enorme mesa à volta da qual nos sentávamos, em grupos de oito a dez alunos, e onde havia também um enorme quadro preto colocado num cavalete.

O Sr. Manso só dava explicações de Matemática ao Complementar, hoje 10º e 11° anos, tinha um certo mau feitio e tínhamos-lhe muito mais respeito do que a qualquer professor.

Hoje o edifício, que então tinha uma linda varanda está em avançada degradação, a Livraria do Sr. Péricles já lá não está há muito e eu tenho pena!

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 20:21 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 10.01.17

Ora digam lá...

São ou não são laranjas biológicas? Sem qualquer tratamento, as conchinilhas não se fizeram rogadas e atacaram como se vê.

 

Quem as compraria assim?

 

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 13:41 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 06.01.17

10,200 kg de kiwis...

Tenho-lhes ligado pouco devido à minha itinerância, mas mesmo assim os dois pés produziram bem.

 

A qualidade é boa e são absoluta e verdadeiramente BIO, não que eu fizesse por isso mas a realidade é que não apanharam praga nenhuma e cresceram bem sem qualquer fertilizante!

 

Aqui estão eles:

image.jpeg

image.jpeg

tags:
publicado por naterradosplatanos às 16:47 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 05.01.17

A Luisa tem razão!

Um dia destes no comentário ao meu post "Pinheiro" tropical, dizia ela que tinha saudades de um inverno a sério! Mas o que é um inverno a sério? Ora isso depende. No Canadá é um inverno com grandes nevões, às vezes soprando o "blizard"(vento forte e gelado carregando consigo neve) seguidos de dias de sol e céu tão azul como o do Mediterrâneo, no entanto temperaturas sempre negativas, abaixo dos -10º que muitas vezes "feels like" -15, -16 ou -17° a depender do vento que sopra.

 

Aqui na nossa longitude e falo de longitude, já que as latitudes do Canadá habitado rondam as nossas, o Inverno é para nós tempo de muita chuva, dias e até semanas, vento às vezes forte e com temperaturas aí pelos 10º (atenção, aqui são também 10 mas positivos). Tudo associado a sistemas frontais que vêm do oceano  e nos atravessam uns a seguir aos outros.

Dias para sair com um bom casaco, com guarda-chuva resistente e as luvas também se agradecem.

 

Porém este ano ainda nada disso aconteceu e por isso quatro pares de luvas jazem ainda dentro da gaveta!

image.jpeg

 

 

O orvalho no limoeiro mostra bem como as noites não são verdadeiramente frias, se o fossem as folhas estariam cobertas de uma película branca de geada.

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 11:03 | link do post | comentar
Domingo, 01.01.17

Dia 1 de Janeiro de 2017, 7:45 da manhã...

Espreite pela janela, não se via vivalma, dois ou três táxis cruzaram-se mas a rua continuou vazia...

Os meus "saltiões" acordaram depois das oito, compensando a hora que o nosso réveillon lhes tinha tirado. A partir daí a outra babysitter tomou o meu lugar, diga-se, a televisão! A bonecada dos "pockemons" passava no ecrã logo a avó deixou de existir... a comodados no sofá lá ficaram até os pais acordarem.

 

Entretanto fiz-me à Avenida, o glamour das lentejoulas brilhava ainda em algumas montras mas certamente esse glamour estará em saldo amanhã. O vazio da rua dava- me a sensação de um End na azáfama do início do Advento até à perenidade do fogo de artifício...

Descendo a Av. Guerra Junqueiro cruzei-me com um par que zigzagueava no passeio de copo plástico na mão e que em voz um pouco toldada me desejou Feliz Ano, sorri para mim e retribui.

Mais a baixo cruzo- me com um grupo de quatro raparigas Roman, a forma de vestir não deixava dúvidas, deviam ir, pela direção que tomaram, para o seu "posto de trabalho", a porta da Igreja de São João de Brito.

 

 

Ao entrar na Estação do da Alameda o cenário era de idas e vindas para e do Aeroporto, malas puxadas pelos viajantes, subiam e desciam as escadas. Um casal de italianos com três filhos pequenos pediu-me uma informação, a que só consegui responder em inglês já que no ano que passei no país que é o deles pouco ou quase nada aprendi! "Gratzias" e rodaram como rodavam as malas que cada um trazia.

Já não vinham para a passagem de ano mas talvez para aproveitarem dias mais tranquilos...

 

Assim foi o começo do primeiro dia de 2017 a que se juntou uma pequena constipação...

publicado por naterradosplatanos às 19:06 | link do post | comentar | ver comentários (2)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Janeiro 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
22
23
24
26
27
29
30

posts recentes

últ. comentários

  • Lena, consegui sete sementes das bagas que trouxe....
  • Quem suspeitaria que esta beleza de arbusto era or...
  • Também tenho o privilégio de receber postais do gé...
  • Tenho visto esporadicamente a Volta na televisão q...
  • É um desperdício essa piscina tão convidativa não ...
  • É melhor ir comprar um determinado antimosquitos à...
  • Ó Lena, tens toda a razão!
  • Não será "ir fazer a barba a Cacilhas"? A mim mais...
  • Ficamos felizes quando as criancas se divertem mes...
  • Grande "bomba", afilhada! Gostei de ver. Continuaç...

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO