No Areeiro… cultivando em “raised beds”

 

 

Como é sabido a agricultura é uma das minhas paixões: semear, espreitar a terra e ver despontar o verde, transplantar se necessário, é uma coisa que me dá grande prazer e por isso há uns 27 anos que luto contra a esterilidade do chão das minhas “7Quintas”. Quando para aqui vim, na ânsia de fazer tudo como devia até mandei analisar a terra: estrutura argilo-arenosa foi o veredicto. E que significa isto? Terra dura que nem uma pedra quando seca e não muito menos dura quando húmida!

 

Bom, mas ao longo dos anos lá fui melhorando um quadrado de uns 3x4m onde punha os feijões, os tomateiros, as courgettes… cedo desisti dos alhos, das cebolas e das alfaces, ah! o ano passado semei batatas (5) que trouxe do Canadá, batatas do IDAHO, deliciosas! Porém como as semei já tarde deram apenas á volta de um quilo e que tenho religiosamente guardadas para semear este ano! 

 

A terra à custa do “compost” e algum estrume que lhe fui adicionando, foi deixando de ser vermelha para se tornar mais escura. Porém vindo o inverno e lavada pelas chuvas perdia a pouca fertilidade que ia conseguindo e por isso todas as primaveras tinha que ser melhorada de novo.

 

Então, este ano resolvi inovar depois de me ter chegado aqui um PPs sobre “hortas urbanas” e ter investigado sobre as mesmas no lugar que todos sabemos (Google). Lá, as sugestões e conselhos eram vários. Optei pelas “raised bed” (canteiros levantados) e é mais ou menos o que documento com as fotografias dos meus. Podem fazer-se em madeira, com estruturas plásticas que eu em Portugal não encontrei ou com simples tijolos. Assim faz-se um canteiro saído do chão e lança-se no seu interior terra de boa qualidade (comprei vários sacos) estrume (este deu-mo a D. Arminda, minha antiga empregada que vive numa quinta) e mais o “compost” que eu tenho vindo a fabricar numa estrutura própria arrumado a um canto na parte de baixo das 7Quintas. Assim fica-se com uns 20 a 25 cm de boa terra e porque protegida, as chuvas não a levarão… espero pois que todo este meu esforço se traduza em mais qualidade com menos trabalho de manutenção. Darei conta, lá para Março, do plantio que fiz.

 

E o aspecto é por enquanto este pois ainda não estão cheios...

(como as fotografias foram tirada ao fim da tarde, altura em que acabei a obra, ficaram com muitas sombras)

 

 

publicado por naterradosplatanos às 17:36 | link do post | comentar