Não sei que título hei-de dar a este post!

Quando me viu veio abraçar-me e como que em segredo diz- me: "Professora, tenho uma surpresa para si" e entrega- me um envelope e pede- me: Professora,abra-o só quando eu estiver em frente ao júri "! Intrigada meti o envelope na carteira... Momentos depois fomos mandados entrar e alguém me destinou um lugar na primeira fila que normalmente é destinada à família.   O presidente do júri cumprimenta a doutoranda, os membros do júri e a assistência ...é hora de eu abrir o envelope! Percorro as quatro páginas A4, detenho- me na 3ª, passo à quarta e leio com espanto:

 

 

 Coimbra,19 de Juho de 2012-06-20

 

 Sala dos Capelos, prova de Doutoramento da Fátima

 

Querida Professora Dalma Presumo que estará a ler esta carta enquanto eu, ao cimo da sala, me encontro a apresentar o trabalho de investigação de que resultou na minha tese de Doutoramento. Este é um dia muito importante para mim  do ponto de vista profissional, mas também  do ponto de vista pessoal, pois tenho a alegria de ver aqui comigo muitos daqueles que eu sei, de facto, que me querem bem. Não pude deixar de referir isso nos agradecimentos da tese, que em breve terei oportunidade de lhe mostrar, mas gostaria de deixar uma palavra especial à Professora Dalma. Se antes de ler estas linhas percorreu as páginas anteriores, penso que compreendeu o significado da mensagem. A minha tese de Doutoramento é dedicada à Professora Dalma. Não duvido que sabe o apreço que eu, em particular, e a minha famalia em geral lhe têm. Porém  sinto que o excelente trabalho que sempre desenvolveu com todos os alunos enquanto Professora, mais tarde, enquanto amiga, devem ser públicos. Os bons exemplos não devem ficar escondidos, devem ser apresentados como inspiração para que outros possam seguir o caminho. Esta foi a forma que eu encontrei de dar a conhecer publicamente o bom exemplo da Professora Dalma, homenageando-a e perpetuando-a através de um livro, o qual (espero eu) será lido por alunos, colegas, professores, investigadores, por quem se interesse pela temática das migrações. É certo que se trata de um estudo com limitações que há aspectos a melhorar, no entanto, enquanto investigadora, espero continuar a trabalhar para progredir no meu desempenho. Neste trabalho está muito do bom que aprendi com a Professora Dalma e por isso não fiiz mais do que reconhecer quem merece ser reconhecido. Espero que tenha gostado da surpresa. Foi um pequeno gesto,mas pleno de estima e amizade. Beijinhos grandes desta sua aluna que nunca a esquece, Maria de Fátima Velez

publicado por naterradosplatanos às 21:46 | link do post | comentar