Também a melancia já não é o que era!

 

 

 

Ontem comprei pela primeira vez, este ano, melancia (melhor, metade de uma) e desilusão das desilusões, e não era o facto de não ser um favo de mel mas sim de ser tão dura que nem uma maça!

 

Há bem pouco tempo a trás ainda eram como as da minha infância, bem vermelhas de polpa mole , bem sumarentas e com enormes sementes negras (sinónimo de estarem maduras)… estas, ainda não tinha experimentado! Não posso pois falar de polpa que, por definição é algo mole e macio, mas de um interior duro tal como uma maçã fresca e crocante, característica indispensável nesta última, mas nunca numa melancia!

 

É absolutamente lutar, tal qual D. Quixote contra moinhos de vento! Que mais são estas melancias senão produtos transgénicos? E, há uns tempos, andou-se para aí a queimar searas de milho por este era transgénico, a exigir-se que nas embalagens de produtos alimentares constasse a referência! Será que também se vai proceder na mesma para as searas de melancia?

 

Já agora que estamos a falar destas engenharias genéticas, pergunto se leram que foi clonada uma vaca na qual foram introduzidos os genes  humanos adequados de forma a esta vir, na altura própria, produzir leite similar ao leite materno? Realmente o “Admirável Mundo Novo” de Aldous Huxley há muito que chegou e não é a “agricultura biológica/orgânica” que, para o bem ou para o mal o vai travar!

 

Que saudades tenho da melancia dos meus tempos de menina onde a vendedora fazia um buraquinho de forma quadrada para atestar  que era mesmo boa!

tags:
publicado por naterradosplatanos às 09:11 | link do post | comentar