A Joana de Vasconcelos levou- nos lá...

Apesar dos anos que vivi em Lisboa nunca tinha ido ao Palácio da Ajuda (a minha neta R. já lá foi duas vezes pela mão da minha irmã)! Verdade é que esteve muitos anos fechado e que eu também não sou dada a visitar palácios... imaginem que apesar das inúmeras vezes que fui a Paris nunca fui visitar Versailles! Penso sempre que toda a ostentação/riqueza dos mesmos correspondeu a penúria/ pobreza de muitos . Obviamente que o palácio da Ajuda visto à dimensão de Portugal da época também patenteia os desvarios e desmandos da nossa realeza: mobiliário francês, baixelas e vidros da Saxónia, tapeçarias Goblin... Tudo em compartimentos de paredes forradas a seda onde se suspendem retratos a óleo da família real encomendados a pintores também eles estrangeiros. Que me perdoe alguma/um monárquico/a que me leia mas as realezas eternizam-se, em república os governantes são substituíveis! No próximo post falarei da exposição da Joana de Vasconcelos que foi quem lá nos levou.

publicado por naterradosplatanos às 16:25 | link do post | comentar