Passando por cima de uma "obra de arte"!



Há alguns anos quando tive notícia da sua inauguração pensei: um dia ainda hei-de passar naquela "obra de arte"! Não sei se todos os que me lêem sabem que no meio da Engenharia Civil uma ponte é designada sempre por obra de arte. Esta que hoje passei é-a nos dois sentidos do termo!

A ponte de Millau ( lê-se "miô", isto para os que já esqueceram algum francês) é até agora a ponte com o vão de maior altura no mundo! Ela atravessa o largo e simultaneamente profundo vale do rio Tarn. De muito longe se vê o seu branco perfil destacando-se do verde das florestas circundantes que descem para o vale.
Antes de a atravessar descemos a uma área onde há informação detalhada sobre a sua construção, desde o planeamento até à sua finalização. Daqui subimos a um miradouro e então sim, ela surge em toda a sua plenitude.

Hoje a ponte de Millau é já um ponto de atração do Languedoc-Roussilon... e valeu a pena fazer um desvio, não para nela passar, mas para a poder ver na paisagem e constatar que longe de ser uma intrusa na natureza ela contribui para podermos admirar ambas em conjunto, coisa que não seria possível se ela não existisse!

Ainda o tempo que fez: céu nublado, algum granizo e temperatura que não estaria a cima dos 5°!! Nada a fazer senão fugir para o Sol o que acontecerá depois de amanhã!





Mais alguma informação...

publicado por naterradosplatanos às 19:08 | link do post | comentar