E por aí... espiando o vizinho

Não sendo muito bonito espreitar o vizinho é no entanto um bom entretenimento quando se está num parque. Gente que entra, gente que sai: holandeses, ingleses, alemães, franceses, às vezes espanhóis. Tal como acontece connosco chegam, olham o alvéolo, comparam-no com a caravana, estudam a melhor maneira de às vezes querem meter o " o Rossio na Betesga" ( conhecem o dito lisboeta?) e lá se instalam.
Há os que vêm com uma panafernália a trás de si e ainda os que trazem os apetrechos do cão ou do gato que os acompanha e muitas vezes ainda uma enorme parabólica!
Nós viajamos sempre na versão "light", isto é, apenas com o indispensável e por isso depressa mos instalamos e nos desinstalamos!

Neste fim de semana tivemos ao nosso lado uns ingleses "retired" como nós, e entre os pertences que puseram cá fora contava-se um "barbecue" a estrear o que, como se compreende, era usado a todas as refeições e com todo o requinte! O cozinheiro, de avental apropriado, era masculino e meticulosamente com a ajuda de uma pinça lá punha na grelha as espetadas ou as costeletas, as salsichas, os tomates e sempre pimentos... Entretanto a sua companhia bebericava um cálice de vinho tinto sentada ali ao lado.
Ora vejam...

publicado por naterradosplatanos às 15:58 | link do post | comentar