Um sábado de Sol em Chicago...

O dia acordou luminoso e do 97º andar do John Hamcock Center a cidade tornou-se ainda mais espectacular...
Os arranha-céus emergem da planura que por sua vez se cobre de casas baixas tão típicas dos subúrbios. É difícil largar a vidraça do observatório, deixar de ver a cidade estender-se ao longo do Lago Michigan ou de olhar o topo dos arranha-céus mais baixos onde piscinas azuis pululam a par de algumas "hortas" geometricamente traçadas! sim pequenas hortas que estão a muitos metros do solo (por isso coloquei o nome entre aspas, já que foge ao conceito normal).
Tiradas as fotografias que se seguem descemos num ápice ao rez do chão...





Os subúrbios




Hortas no topo de alguns arranha-céus





No Parque Milenium, já depois de almoço, era a música que atraía, centenas de pessoas, muitas sentadas na relva, crianças correndo, skates rolando, músicos espontâneos, tabuleiros de xadrez à espera de alguém para jogar... Tudo isto resultava num ambiente descontraído e comungado naquela tarde de Sol!

Concerto "músicas do mundo"


"Faça uma jogada e continue..."
publicado por naterradosplatanos às 01:00 | link do post | comentar