AFETOS - uma história com um fim triste!

Viveu ali em menina, muito menina, e tal como aconteceu com muitos alentejanos rumou com os pais a Lisboa. Aí cresceu e parece que a vida lhe sorriu.
Liicenciou-se em Direito, casou-se, teve três filhas (afinal as orquídeas eram três e não quatro como eu inicialmente disse), exerceu advocacia, teve netos... No Agosto passado a doença chegou e aos 76 anos a sua vida acabou.
Quis regressar à terra que a viu nascer... as filhas fizeram questão de que o seu funeral passasse à porta da casa que ela nunca esqueceu e aí deixaram em nome de cada uma um ramo de três orquídeas!

publicado por naterradosplatanos às 12:14 | link do post | comentar