Que história contará?

Hoje saí pela manhã para fazer umas coisas, ir o correio, à farmácia e pouco mais.
Como ontem o dia foi de chuva e a Estrela esteve cá, não tive nada para fazer, logo a tarde foi de sofá!
Assim sendo hoje decidi que iria fazer tudo a pé e depois subiria até à Sé para estender as pernas...
Saída da farmácia e decidi-me por outro percurso, que não o habitual, rumar ao Jardim da Corredoura para depois ir até lá em cima.

A meio da rua que leva ao jardim deparei com algo que me fez parar e ficar a pensar sobre quanto significado aquilo teria para alguém...

Aqui-lo com que me deparei foi simplesmente isto, uma casa pobre, em quase ruína, uma porta com um postigo (única abertura para a rua) um buraco de correio atafulhado de publicidade (!!) e preso ao batente um lindo ramo de quatro orquídeas !



Fiquei momentos presa a olhar aquele cenário, saudade, agradecimento por dias felizes ali passados?
Que momentos, certamente bons, aquela casa e quem nela habitou terá proporcionado a esse outro alguém que, certamente com o coração cheio de saudades ali as deixou?



A casa, muito pequena, está ladeadas por outras desabitadas, também não vi por ali ninguém senão teria perguntado o que sabiam sobre esse alguém que ali teria deixado aquelas lindas quatro orquídeas!
publicado por naterradosplatanos às 19:38 | link do post | comentar