No Areeiro… a carpete voltou à saleta!

 

 

 

No Areeiro… a carpete voltou à saleta!

 

Este facto é a constatação de que o tempo de inverno está mesmo a chegar!

 

Cá em casa é assim: chega a primavera e com ela os dias de entrar e sair de casa para o jardim ou do jardim para casa e logo a carpete cor de vinho se limpa, se enrola e se guarda… mais ninguém reclama que alguém deixou pegadas nela, mais ninguém tem que ir pegar nas “tripas” do aspirador e portanto a paz, relativamente a este assunto estabelece-se.

 

A Primavera passa, o Verão chega, o Outono prolonga-se e durante este tempo mais ninguém se preocupa com pegadas na fofa carpete! Sim, porque não há esfregona que não remedeie a terra ou a relva que, acabada de cortar, possa vir agarrada aos nossos pés e se espalhe pela tejoleira cá de casa.

O calendário avança,a chuva começa a cair e o jardim deixa de ter as visitas acostumadas, (exceptuando as das sua dona para a qual qualquer estação do ano é boa para o ir admirar). 

 

Então a carpete volta à saleta, esconde a fria tijoleira e trás de novo o conforto a este meu simpático compartimento onde escrevo quase tudo o que lanço na rede. Nesta sala não há lareira mas a minha “carpete cor de vinho” quase a torna desnecessária quando ajudada por uma pequena “camilha”, coisa que qualquer casa alentejana não dispensa!

 

É bom voltar a pisa-la pese o ser sinónimo de uma estação que agrada a muito poucos!

publicado por naterradosplatanos às 08:45 | link do post | comentar | ver comentários (5)