Por aí…Luisa Antonelli, John e Mónica

 

 

Pode parecer estranho que depois de seis anos volvidos ainda sintamos o prazer mútuo de nos encontrarmos! Embora pelo meio tenha havido outras visitas, claro que é a internet que tem a grande cota parte nestas amizades tão duradouras …

Certamente que se tivéssemos de puxar de um papel e de uma caneta, arranjar um envelope, colocar-lhe um selo e meter a carta numa qualquer caixa de correio, seguramente estas amizades já se tinham esvaído! Assim com dois ou três clics aí vão as notícias e um dia qualquer lá chegam as respostas…

 

Para quem não saiba, a Luisa Antonelli é a Diretora do WSI onde durante 10 meses fui aperfeiçoando o meu inglês, o John, com o seu ar de Pirata das Caraíbas (é filho de mãe Jamaicana e pai Irlandês) era o professor de conversação e a Mónica, (filha de mãe portuguesa de Santiago do Cacém) encontrei-a como colega lá na Escola.

 

Estas três amizades têm perdurado e sinto que todos me revêem com prazer. Ontem fui jantar com a Luisa Antonelli em sua casa: “pasta”, como não podia deixar de ser numa casa italiana, salada, uvas e…como também não podia deixar de ser “panetonne” para terminar.

 

Hoje foi o dia de me encontrar, logo pela manhã, com o John , como sempre no mesmo sítio e à mesma hora:  “9.30  in front of  San Giacommo Church”, um encontro de duas horas em que falamos de tudo incluindo de política e até da portuguesa!

 

Depois foi a vez de almoçar com a Mónica e claro mais uma vez “pasta” “ fugioli de fungi”, de sobremesa, Tiramisú, tudo muito italiano! Com ela a conversa foi em português pois, embora tenha nascido na Suíça e criada na Itália fala bastante bem o português. Com ela a conversa também teve política,  com Berlusconni como pano de fundo e como tem a Rebeca no 6º ano, claro que o tema escola foi importante. Os problemas são os mesmos, quer os da Escola quer os que resultam de ter uma filha lá: levar, trazer, ir às actividades, os recadinhos dos professores na caderneta escolar,os castigos consubstânciados na proibição de ver televisão e por aí fora… até me parecia que estava a ouvir o dia a dia da R. e do N.!

 

O fim da tarde foi para voltar à Piazza de la Libertá, percorrer a Via Mercato Vecchio e passar mais uma vez na Piazza Mateotti por baixo das tão italianas arcadas.

 

 

Arrivederci Udine! 

 

 

 

 

Casa típica de Udine na Via Mercato Vecchio

 

  

publicado por naterradosplatanos às 17:33 | link do post | comentar | ver comentários (7)