E por aí... deambulando à chuva por Verona




O tempo aqui, tal como aí tem sido o que se sabe. Ouvi na televisão que este mês de Março foi o mais frio destes 50 anos e como também a chuva tem aparecido, alguns passeios programados ficaram comprometidos. Há mais de 20 anos estivemos aqui junto ao Lago di Garda com dois dos nossos filhos e agora queríamos repetir. Porém uma atmosfera com 85% de humidade não deixava perscrutar as montanhas que o rodeiam nem mesmo as margens mais além e por isso desistimos...
Os viajantes habituam-se a estas contrariedades e arranjam alternativas e assim deambular por Verona observando a cidade foi a decisão.

Estamos na Páscoa, mas dela aqui, não vi sinais se exceptuarmos duas lojas que nas montras hostentavam ovos de porcelana decorados com os habituais coelhos e flores primaveris. Nas igrejas que espreitamos também não havia sinais de panos roxos a cobrir os altares! Aqui na terra dos papas parece que até essa tradição já se perdeu. No entanto as ruas estavam cheias de gente que iam e vinham com sacos de compras acabadas de fazer ou então segurando na mão um cone de gelado de um ou dois " gusti" ou ainda parando em frente de um sem número de homens/ mulheres estátuas que arranjaram o seu lugar neste ou naquele passeio.
Entre pinóquios, egípcias dos tempos dos faraós há de tudo um pouco! Comparando-as com outras que já vi, mesmo em Lisboa estas eram de execução muito elementar.

A chuva miudinha continua, mas as ruas não perderam gente... O negócio deve ter estado bom para quem vendeu capas plásticas e chapéus de chuva: "não há mal que venha para uns que não traga bem para outros" e foi o caso!


Um Pinóquios triste... ou estaria a mentir?



A princesa egípcia tão imóvel que nem sei se alguém estaria dentro da máscara !



Odalisca, com chapéu de chuva, flutuando no ar da Piazza Erbe...

publicado por naterradosplatanos às 14:18 | link do post | comentar | ver comentários (5)