Segunda-feira, 23.07.18

Há 49 anos...

 

 

... tivemos a primeira viagem a dois, destino Holanda! 

Depois muitas, muitas mais se têm seguido: primeiro semanas a dois e as principais capitais da Europa foram sendo visitadas, depois viagens a cinco pelas estradas da mesma Europa... e que viagens!

Anos mais tarde e de novo a dois,  temos atravessado várias vezes o Atlântico e molhamos mesmo os pés no Pacífico... ficamos a conhecer alguma coisa dos US e do Canadá também!

Hoje estamos a caminho de Land’s End a ponta mais Ocidental da Europa a seguir ao nosso Cabo da Roca! 

 

Viagens sempre em auto-gestão: não estar sujeitos a ritmos, a horários, a opiniões... a ver mais do que seria suposto se acompanhados, outras vezes menos por desconhecimento... mas vendo sempre e só o que queremos!

publicado por naterradosplatanos às 11:00 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 22.07.18

Dia 4 - Stonehenge: pensando num passado remoto...

 

BDF8E593-5AD2-45C7-9539-ABA2D3FFF5BC.jpeg

Nunca tínhamos estado em Stonehenge porque sempre estava fora da nossa rota para Norte, porque nós adoramos o Norte!

 

Chegados a esse círculo que para ELES, povos do Neolítico era um sítio mágico, ou pelo menos os estudiosos assim o pressupõem é forçoso que nos interroguemos que forças humanas puseram de pé aquelas pedras de 30 toneladas!

 

Fiquei parada a pensar... a pensar como nos admiramos que nos nossos dias e em cada ano seja anunciado um arranha-céus maior que o anterior! 

Nenhum feito se pensarmos que tudo o que estava a ver foi realizado por homens com elementares “ferramentas” (aspas porque a idade do ferro ainda vinha longe) e que, não obstante, conseguiram por em pé aqueles volumes rochosos, alguns deles vindos de centenas de quilómetros a norte!

 

O lado místico da humanidade de então deixou-nos ali um enigma, mas também já algum conhecimento, certamente empírico do movimento do Sol já que está perfeitamente orientado para que no dia dos Solstícios o sol se levante e se ponha exatamente entre duas das colunas...

 

Os estudiosos na realidade apenas assumem que Stonehenge era considerado um lugar sagrado; pouco mais é certo á cerca dele, o mistério que envolve a sua construção e o seu abandono permanece... tudo mais são meras suposições...

 

6EC09E36-5802-4DDC-9BBD-4215AB506ED4.jpeg

C7C9DD58-EB18-4865-986A-8BF22E695D55.jpeg

7636F045-AFF2-461C-83A6-8898AD180D38.jpeg

05AF71D0-3330-48F1-8E89-232F05E3D253.jpeg

 

 

publicado por naterradosplatanos às 16:26 | link do post | comentar
Sábado, 21.07.18

Dia 3 - relembrando a Magna Carta em Salisbury

 

 

A primeira vez que vi um original da Magna Carta foi com a minha irmã no Museu Britânico, no longínquo ano de 1968. Existem hoje apenas quatro exemplares, duas no British Museum e duas em Catedrais, na de Lincoln e na de Salisbury.

Hoje entrei na Catedral propositadamente para voltar a ver, o exemplar que dizem ser o mais bem conservado de todos (proibido fotografar!).

 

Li com cuidado as explicações que a acompanham e relembrei o que há muito tinha esquecido: o jogo de poderes entre o rei João, os nobres de então e a Igreja Católica (Papa), jogo que culminou com este histórico documento, assinado pelas partes em 1215!

 

A Catedral é exteriormente imponente mas o seu interior é relativamente pobre se o compararmos com Amiens, Roan, Notre Dame e muitas outras catedrais francesas.

 

 As ruas da parte antiga têm o charme de todas as cidades inglesas...

 

BEB62076-4234-4F1F-9D80-5B5B56D429EB.jpeg

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 18:54 | link do post | comentar

Light rain...

 

Uma chuvinha quase nada caiu e isso fez com que as fotografias das Chalk Cliffs ficassem medíocres, porém os ingleses, pelo menos daqui do Sul, deven-na  ter abençoado e pedido por mais. Sim, aqui este Sul mais parece o nosso Alentejo de campos acabados de ceifar! 

O verde dos campos não o é mais neste momento! Porém não sao só os campos mas também os jardins que eu até aqui conhecia exuberantes...  compreende-se se pensarmos que a norma é haver chuva ao longo de todo o ano e portanto os jardins não estão equipados com sistemas de rega, daí a impossibilidade de os manter verdes!

Curioso, neste país de relvados já vi relva artificial a substituir a natural, num caso nos jardins em frente a um hotel  o outro, numa área bastante extensa nos jardins do Pavilion Royal!!

O Jornal “The Times”, diz hoje que é a maior seca desde que há registos científicos!

 

 

Relva artificial nos jardins do hotel...

E84810D2-061C-444D-A26B-43190BAB35D1.jpeg

 

 

3CEE4340-751F-4113-AE45-235A37912267.jpeg

 

 Uma alameda...

B3F8895F-B03F-4547-9E2F-D10C3E4E1D69.jpeg

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 18:11 | link do post | comentar
Sexta-feira, 20.07.18

Dia 2 - “fazendo” Geografia Física*...

 

 

Durante os meus anos de professora “conheci” lugares que só muito tempo depois “conheci de experiência feita”: o Vulcão do Vesúvio,o Lago vulcânico de Crater Lake, os Canyon do Colorado, os Glaciares dos Alpes, a Calçada dos Gigantes... hoje chegou a vez das Chalk Cliffs do Sussex.

Sim, “conhecia-as” daquela coleção de fotografias francesas que tanto usava para mostrar aspetos relacionados com Geografia Física aos meus alunos...

Hoje vi, “realmente vistas” as “Seven Sisters” que a neblina não deixou que fossem brilhantes como as da tal fotografia. Mas naquelas em que pude caminhar constatei a brancura de giz (nome que compartilham com o inglês “chalk”) e a sua origem calcária resultante de uma enorme massa sedimentar que se ergueu há milhões de anos do fundo do mar caindo hoje a pique sobre ele!

 

A fotografia que a neblina permitiu...

 

93C0588F-AD63-462C-BBE0-01C1294740B9.jpeg

 Em dia de sol seria assim (Web)

B63E80C0-7CEC-460A-9ED1-FE0548BA926E.jpeg

 Aquelas sobre as que caminhei...

D9EB6297-F358-414F-97EE-FAF87F1D9982.jpeg

802E9531-9E0E-49F8-A1D6-5A30E6238ED9.jpeg

44F48CFD-BEAC-4337-BE6C-7A14294E0B65.jpeg

FEF8018C-3974-48C5-93D3-BFB014F6199C.jpeg

 * “fazer Geografia Física significa observar as paisagens (diferente de ver!),

fazer Geografia Humana, significa observar as gentes e os lugares que habitam.

 

publicado por naterradosplatanos às 20:03 | link do post | comentar

Os “piers”

A6E40D68-4F9B-44EC-83FE-D67C55C0465E.jpeg

 

Não há praia inglesa que não tenha um “píer”! Segundo parece era uma forma das pessoas estarem mais em contacto com o ar do mar, nos tempos em que ir a banhos não era usual...  Assim as pessoas passeavam-se de cá para lá e de lá para cá respirando o ar iodado...

Brighton, desde  os meados do século XVIII e por todo o século XIX  era um “must go” para os habitantes de Londres... assim se compreende que tenha tido três!

Nessa altura as diversões de praia concentravam-se nos “piers”, hoje resta apenas um! Todos os que resistiram ao desinteresses da modernidade que se lhe seguiu voltaram hoje aos antigos tempos... apenas com uma única diferença, o que então era mecânico é hoje electrónico... até os fotógrafos que tiram fotografias de época, deixaram de esconder a cabeça no saco de pano preto e usam  agora  sofisticadas câmaras digitais...

 

 A  essência dos “piers” é a mesma, apenas os processos são outros!

 

37D77DFB-B5DC-4BE6-AC07-54E1A1342366.jpeg

6E9E8FDD-74BA-4C9D-9482-18A02163A10E.jpeg

 

D7E4EE94-6BED-4F8C-9FE4-E630E9E43E87.jpeg

80F1D47F-215D-4587-AB85-53C7E17F3315.jpeg

FFEE735A-C8D7-4D23-88CA-8DE839ED4224.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 17:34 | link do post | comentar

1º Dia - Brighton

 

A primeira vez que estivemos em Brighton foi em 1978 ou 1979 isto porque a partir de 1980 passámos a viajar em família.

Na altura ainda as fotografias era em papel, longe estavam as digitais e em blogs nem se falava, por isso só o que a memória reteve me permite comparar. Sim, já lá vão quarenta anos e ou a minha memória me trai ou Brighton perdeu o encanto!  O “water front” foi pavimentado a alcatrão e os belos edifícios que nos finais do sec.XVIII e XIX parecem agora longe do mar! Também há as “intrusões” no sentido geológico do termo, de edifícios recentes que em nada, mesmo nada, se integram no conjunto de outros tempos. A limpeza das ruas também não impera aqui pela Brighton que desconheço.

 

O passado...

F3F0ACC8-EC8C-4B18-B00B-293A4EA97D28.jpeg

 

 

As “intrusões “ nesse passado...

D3486E20-4585-4FD9-A301-68E57BC4D352.jpeg

 

 

O Pavillion Royal, sem verde, sem o lago, e com multidões!

8EF6561D-03C8-495B-873E-F1BFAB281F69.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 08:16 | link do post | comentar
Quinta-feira, 19.07.18

O destino é a Cornualha...

11400715-4853-4DA7-88C2-4D628A13A0CE.jpeg

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 05:45 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 18.07.18

A culpa é do Anticiclone dos Açores...

 

Sim é verdade, (hoje 18 de Julho chuviscava no Areeiro e anunciavam-se 27°!) e quem mo lembrou foi a Raquel, que encontrei ontem no supermercado.

A Raquel foi também minha aluna há muitos anos, hoje mãe de dois. Há muito que não nos encontrávamos mas quando isso acontece ambas o sentimos com muito gosto. Conversamos sobre ela, sobre mim mas, como vai sendo comum nestes dias de “não verão” acabamos por falar do Verão (a maiúscula justifica-se) que não chega mais ao Alentejo! 

Com grande espanto meu por ela ter retido os meus longínquos ensinamentos diz-me: pois professora a culpa  deste verão fresco é do Anticiclone dos Açores que ainda não se estendeu em latitude! 

 

Fiquei admirada de, como tantos anos depois ainda se recordava de semelhante mecanismo meteorológico, pois é exatamente isso que se passa!

 

Cabe pois dizer aqui que a Raquel era uma aluna brilhante!

publicado por naterradosplatanos às 09:29 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 12.07.18

Ainda devo estar muito nova!!!



Sim, só pode!


Estava eu sentada  em modo de espera, fazendo tempo para a R. chegar quando uma jovem, hoje com 35 anos e se me dirige: Ó professora, lembra-se de mim? Sou a Eliana e foi minha professora no secundário! Eu não me entendia com o Latim e resolvi mudar para Geografia!

P
Nessa altura lembrei-me do caso pois acontecia que a minha colega de Latim era também minha amiga e na altura falamos da mudança...

Isto foi há 18 anos e a Eliana ainda me reconheceu entre a  multidão que ocupava o espaço em que eu esperava.

Pelo que digo que, devo ainda estar muito nova!!!

publicado por naterradosplatanos às 12:22 | link do post | comentar | ver comentários (4)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Julho 2018

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
31

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO