Sábado, 30.11.19

Dresden, onde quase tudo é novo!

Dresden é uma cidade muito interessante, o que é muito diferente de bonita!

Dresden é fruto de tempos de apogeu, de tempos de guerras várias, da sua destruição quase total em 1945, dos tempos do comunismo, dos tempos que são os de hoje e que começaram com a queda do Muro. Tudo isto se materializou nos edifícios que hoje a tornam interessante!

 

Os séculos 18 e 19 deram-lhe edifícios sumptuosos, a Ópera, Palácios Reais cheios de tesouros , Igrejas e Catedrais de confissões diferentes. 1945 encarregou-se de destruir tudo isto, mas a resiliência de muitos voltou a ergue-los e dos escombros voltaram ao que são hoje. A última reconstrução terminou em 2005, exatamente 70 anos depois de uma bomba ter  deitado por terra a cúpula da igreja protestante... quando as olhamos com atenção vemos no negrume das pedras o que resistiu e o que foi erguido pela vontade de muitos.

 

Depois há o que foi construído á pressa para abrigar os milhares de pessoas sem teto, assim nasceram os bairros comunitários das classes operárias, todos iguais sem vaidades, quero eu dizer só com o essencial: quatro paredes que lhe dão a forma de um paralelepípedo, um telhado e fiadas de janelas sem mais qualquer ornamento. Hoje na Alemanha unificada foram reabilitadas e têm ar de novos embora ainda tenha encontrado algumas a quem os benefícios da unificação não chegou...

 

Nos limites que então eram, em 1945, os da cidade de Dresden, o acaso poupou-os e por isso se vê como a cidade era rica mercê da industrialização: áreas de “villas” em sítios aprazíveis rodeadas de jardins, que então vieram a ser ocupadas pelos altos funcionários do governo e que se mantiveram relativamente bem conservados...

 

São estes três conjuntos, de três arquiteturas tão diferentes que tornam Dresden uma cidade tão interessante!

 

Esta fotografia  mostra bem o contraste entre os tempos recuados fruto de uma época de apogeu e o prático urgente do pós-guerra,

A8903B69-5957-479F-A33D-796BF488E5A0.jpeg

 

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 16:07 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 29.11.19

Crónica de uma viagem(2)

 

 

Depois de umas seis horas de autocarro, quase pela meia noite cá chegámos! Diz quem sabe que o progresso da Alemanha não é um progresso uniforme no espaço alemão e que o leste ainda tem muitas diferenças... que o Muro caiu, sim, mas ainda não na totalidade!

 

O autocarro que tomamos em Nuremberg chegou com uma hora de atraso, o que não é suposto na Alemanha que se pauta pelo rigor da pontualidade... os bancos eram bancos de autocarro urbano, o aquecimento não funcionava ou não foi ligado! Como não sei nada de alemão e por este lado o inglês não é língua que qualquer um domine, tive que aguentar, mas enfim chegamos e fica a experiência que me ensina a ser mais benevolente quando por aí!

 

Já depois, porque me esqueci, acrescento que a meio da viagem a Politzei mandou parar a autocarro , entrou, identificou todos os passageiros, reteve o passaporte de um, saiu, foi verificá-lo no computador, regressou, devolveu-o e lá continuamos...

publicado por naterradosplatanos às 17:34 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 28.11.19

E por aí... crónica de uma viagem(1)

Cinco horas da tarde, é noite cerrada em Nuremberg, aqui devemos mudar de autocarro com destino a Dresden... está quase uma hora atrasado, a espera faz-se na rua, exato, na rua! Estão  8° e chuvisca , nas redondezas nenhum café, bar ou pastelaria estão abertos... aqui nas paragens há um quiosque que vende fatias de pizza e coco-cola...

Devemos chegar aDresden lá pelas 22:30, felizmente o hotel é perto!

Com tudo isto, noto que não me sinto contrariada e acaba por ser mais tranquilo que conduzir um carro a estas horas.

Optamos por vir no FlixBus porque o comboio exigia três mudanças e era o triplo do preço!

 

Nota: das Rodoviárias que conheço em Portugal todas elas são melhores do que esta aqui na Alemanha!!

 

5336E791-6D66-494D-90E2-A14D375E3C27.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 16:28 | link do post | comentar | ver comentários (3)

E por aí...

Ver nascer o Sol por cima das nuvens é lindo, mágico!

569CB9E2-64CF-4D0B-B603-42270E2F9C43.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 12:50 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quarta-feira, 27.11.19

O “forecast” é este...

Snow fall! 😀❄️⛄️

C666FB57-ECD2-4DD9-A829-E76D83CE843B.jpeg

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 15:38 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Terça-feira, 26.11.19

Diários do nada(62): chove...

Aqui está a prova desta chuva bem vinda!

 

5CDC4EA1-D4FF-4934-BE2A-48689D2A4884.jpeg

BBB92030-BE4B-4045-87D4-83B3EA494375.jpeg

 

 

publicado por naterradosplatanos às 17:08 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 25.11.19

Diários do nada(61)...

Só porque é uma fotografia que eu acho bonita e a quero guardar!

 

B275DAE3-EEEE-4CA8-B8E9-278EAD3415C8.jpeg

... dará cerejas na próxima Primavera!

00F6AFBF-7523-4852-B24C-D8C4101A5474.jpeg

 

tags: ,
publicado por naterradosplatanos às 10:59 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Sábado, 23.11.19

Diários do nada (60)

O céu estava assim quando chegávamos... com o arco-íris a espreitar!

 

5253D2D2-FD05-45B6-8840-347694141D14.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 22:21 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 21.11.19

Diários do nada(59)...

Poucas são as cidades que se livram dos “graffitis” que a meu ver não têm nada a ver com a Arte Urbana!

Hoje passei por este muro que a par de muitas garatujas ...

28D92A4B-0268-4424-B83D-54F2E869F1E4.jpeg

... tinha este belíssimo rosto de Einstein que, apesar do tempo que por ele parece ter passado, faz no muro toda a diferença!

 

3969C786-30A6-444F-91F5-9E4EE13B353F.jpeg

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 19:41 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 15.11.19

Serei sempre portuguesa!

 

 

 

Recebi esta fotografia da Clélia, a minha aluna que agora é cidadã australiana!

91525168-2203-4C27-A327-D4D1B18B7041.jpeg

Conversando com ela, por estes incríveis  meios que tal no-lo permitem, mesmo estando ela nas antípodas, sendo aqui noite e lá já madrugada do dia seguinte, pude sentir a sua emoção:

 

É uma sensação estranha, mas boa ao mesmo tempo, esta da dupla nacionalidade....eu serei sempre portuguesa e com um amor enorme ao nosso país, mas a verdade é que a vida, agora, será por aqui e o facto de ser reconhecida como cidadã aumenta o compromisso e a responsabilidade por este país...

Mas sim, sinto-me bem como cidadã australiana e sinto que posso dar imenso a este país e tenho vontade de o fazer e isso também é bom.

A minha fase de adaptação foi demasiado longa e penosa...sinto-me finalmente a acordar e a voltar ao meu melhor!

 

Sim, Clélia, eu sei que será assim!

A "conversa escrita" foi longa, de tudo e de nada... acabamos a comentar a fotografia das papaias que ela tem no jardim!

 

Aqui estão elas:

09156609-B255-45AB-A6D8-A0DEB3BB74F4.jpeg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 22:26 | link do post | comentar | ver comentários (3)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Novembro 2019

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
16
17
18
19
20
22
24

posts recentes

últ. comentários

  • São uma maravilha os netos!AbraçoRV
  • Que doce prova de amor pela avó!
  • Não, Luísa porque os meus netos, do H, são as cria...
  • Não lhe acontece ficar mais assustada com eventuai...
  • Tenho que procurar a prancha amarela que os meus f...
  • O jardim da vossa mãe é uma delícia já passei lá m...
  • Em tempos de algumas limitações à livre circulação...
  • Azar o meu. Só as vi na árvore ainda verdes. Devia...
  • Esta lindo...Sem duvida é algo que partilham: O go...
  • São as rainha-cláudia! Saborosissímas!

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO