Quinta-feira, 27.02.20

A dama das camélias está a ficar velha!

 

Plantámos a “damas das camélias” logo que viemos viver para o Areeiro... fui-a podando, podando , sempre em redondo de forma a ficasse como as roseiras da rainha maldosa da Alice do País das Maravilhas. 
Durante anos e anos cobriu-se de flores, mas há uns três anos para cá as flores têm vindo a diminuir em número não em beleza, como se pode ver.

 

A cameleira selvagem da minha vizinha, essa, encheu-se de camélias!

 

7F4498C3-F6D6-4A19-A128-11DE81EBFEA1.jpeg

 

 

 

302DE4EF-F650-402C-AE91-B7C8879B2086.jpeg

C3BD06E2-A67C-4DFA-9510-86B154AA61E0.jpeg

C911FAF0-E5FD-4062-9157-AE1031F18B66.jpeg

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 15:33 | link do post | comentar | ver comentários (6)
Terça-feira, 25.02.20

Diários do nada (64): de manhãzinha no Areeiro

Esta manhã o Sol espreitou e eu fui dar uma espreitadela  para lá do muro... as ovelhas da D. Maria José andavam por ali pastando...

07817617-E719-42F8-BB46-7E71B619B276.jpeg

E7945263-0549-45C9-A13C-1514520CD6F8.jpeg

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 16:45 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Sábado, 22.02.20

Arquivo fotográfico de Malta

Para mim:

 

457087CB-F2E1-4218-9664-2FEB6149C4B6.jpeg

5EB85FA5-DA8C-418B-87AE-88BAF228C2B9.jpeg

199340B8-1D1E-4763-98EB-697B1B3ED9A5.jpeg

2792D735-0779-42D0-AB66-623DD262C357.jpeg

D1ED3C06-4298-49FB-88E0-6E04C2BE41D5.jpeg

F590E58F-DFDE-4DC2-8813-8A9E3D9D5158.jpeg

F6F3E2A8-4D24-4EF2-B0ED-7493B4B7287C.jpeg

FCEDA15D-F761-4920-B6C0-8F6A9F747EF3.jpeg

8F6CC8DF-2630-442A-97C9-131A3A0199F3.jpeg

 

4A48AFFE-BA81-4F6B-94D9-1206252BB4DF.jpeg

6ECC780A-97FA-4BCB-A02F-2E070B9F4B6E.jpeg

A96D69A1-6DB7-4CE9-8539-2261A384EE58.jpeg

82932849-E27E-4412-A78E-32860EBE0E82.jpeg

870B120F-C376-4EC3-87BC-7D16C895C52A.jpeg

8FD9B121-1419-43F7-8497-24AAE0D0FCF9.jpeg

EB078123-0545-451B-B59B-8C6B3BAEB4F0.jpeg

C65C7A25-8917-439B-8FBF-E8EA824303BE.jpeg

149BB208-74FA-4D78-94AB-59D3EBFE02C0.jpeg

EBF5E36D-BC4C-46BB-87EC-DA07C8F8B796.jpeg

69BCE588-32A1-4451-9928-2A90EC3089F1.jpeg

3F210AC6-F9CF-4A3F-8AB6-316CD8E93AE2.jpeg

391641BA-9941-44E4-8D93-C71842F093E3.jpeg

125A4DF0-4236-4B0D-8D67-DA3A85939B28.jpeg

O Maltês na escola...

1D841045-4E93-4971-96D8-CE589A86F019.jpeg

 

O inglês, o maltês e francês em comparação

C72494A2-F748-41F9-8E0B-A8A3F3DA4C5F.jpeg

Marsaxlokk ( porto piscatório)

0E18EEEF-D13E-4699-98F1-B86D51F94E3F.jpeg

7A020761-C373-430F-AFFB-97696CEDAEF7.jpeg

B43764FB-A0D3-45BD-B849-46116A75EC34.jpeg

CEDBBA19-E6DE-4C51-AB58-D7B89BF91B47.jpeg

887BA280-432F-40F7-B5B3-44CB2AA3A0F7.jpeg

40D567C3-8496-4C16-AB5B-D968F54EC536.jpeg


O mundo rural

8865F528-9186-463F-8276-6D4BE0CC3C85.jpeg

91121D8C-0208-4566-AA0A-EA074A15818E.jpeg

3C2FA724-1202-4A7A-9C94-B4421D06FE57.jpeg

A costa

0F007B02-4436-419C-84E4-F6FF0D43D649.jpeg

562CC979-C722-4685-996F-AA017D172F9E.jpeg

31660441-4F1A-4C76-8665-D341C40CD388.jpeg

071A695D-4E26-4950-8B5F-30395DC97B43.jpeg

FAC10575-DFA3-4333-9550-DBB6B2384310.jpeg

 

St. John Cathedral (um esplendor)

4678CAEB-F9D9-4B40-92CE-371222FC79FD.jpeg

648D367F-0661-4ABE-846C-F86A51F48DB3.jpeg

D0E42695-45F1-444A-AC56-EEE1A43BB883.jpeg

9E1CD8C5-8E1C-4C41-A7A4-6DA6F3A43419.jpeg

4DEF0E5D-E6F4-46E8-8767-8CB53BC949DD.jpeg

4BF9069C-AE76-43EE-8847-F4EE9E854354.jpeg

BFBED6F4-BE3E-41B4-840E-A5E52BE604ED.jpeg

 

Varandas...

6EED53A1-3B70-4166-A8A5-695213762D82.jpeg

EDC1FFC1-024F-4278-A54F-B58B49624158.jpeg

862A8615-3961-4C88-877D-F70C8122B80C.jpeg

9E8C3F25-8605-4F0E-A820-57FC12B789B0.jpeg

6E832B91-278F-4BE8-B2AC-7DD96BADA30C.jpeg

234BD298-DCA5-4411-8D0A-A87E24F5CC75.jpeg

90164AF4-9895-484E-9EE9-B161D3FF0194.jpeg

Malta vista do Ar...

 

ED1D364C-3E4A-4E7D-9FC0-2DE3215EC89C.jpeg

B2D45327-44BA-468D-8E7E-2C93A5030899.jpeg

30D04237-8E35-46FA-8864-B4908596458F.jpeg

82387F7E-F7D1-4BDD-ADFE-AEFE89C3D65B.jpeg

86AA19FE-E93E-4EB3-9DD1-919E10965E02.jpeg

44B8CC69-28A9-42B0-9329-6DC709FE3401.jpeg

68BBB9D5-BEF1-4E4B-9CF5-9C1F5BA43CDA.jpeg

A2F63092-415A-4A77-A893-143A7B51D1BD.jpeg

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 17:46 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sábado, 15.02.20

Malta: o que tem e não tem em 27km x 14,5km

 

 

Malta tem:

 

. Muito sol

. Muitas marinas

. Milhares de barcos (que vão dos luxuosos yates, aos que são apenas para dar umas voltas nas baias)

. Muitos, muitos automóveis tendo em conta a dimensão da ilha.

. Muitas casas (das típicas varandas) degradadas em ruas que, embora parecendo um contra-senso são bonitas

. Muitos guindastes no horizonte, logo muitas obras

. Muitos hotéis

. Muitas, muitíssimas igrejas (365 ao todo)

. Uma história fabulosa onde entra um português ( o grão-mestre da Ordem de Malta Manoel de Vilhena)

e...

. Muita simpatia!

 

 

Malta não tem:

 

. Praias

. Chuva (pouca, logo a água resulta na sua maioria da dessalinização da água do mar)

. Campos de cultivo (ou muito poucos)

. Não tem (ou pelo menos não vi) pedintes.

 

Resumindo, Malta tem todo o “charme” do Mundo Mediterrâneo e é um  destino a considerar!

 

Esta fotografia é uma pequena amostra do que Malta tem para nos oferecer...

 

AB92E5C8-5501-4C7B-9E26-2D931B5F5B5B.jpeg

 

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 18:35 | link do post | comentar | ver comentários (2)

A Ilha: a costa e o campo

Malta como disse não tem praias, uma vez que praia pressupõe costa baixa e areia! Aqui as costas são altas e rochosas por toda a ilha... para contentarem os turistas favoreceram o acesso a pequenas plataformas rochosas e construíram piscinas de água de mar... na vizinha ilha de Gozo, onde nunca fui, parece existirem algumas, mas sempre pequenas!

A ilha é absolutamente calcária com estratos sedimentares variados o que da aspetos diferentes à costa muitos deles parecidos à nossa Boca do Inferno, outros em tudo semelhantes às arribas algarvias.

09800DC6-F71D-404C-8DA9-D0A530D8B4B0.jpeg

AF39CB24-812F-4559-B040-D34D7EA4FFC1.jpeg

 

Pequenas aldeias de pescadores abrigam-se nelas, noutros casos a profundidade do mar permite marinas (imensas em número) ou um dos maiores (segundo a informação) portos da Europa! Compreensível, já que tudo (excluindo um mínimo de produtos agrícolas) vem do Continente!

 

C19B9FC5-4CFB-4150-9B10-CC42F55852AF.jpeg

9450ACD7-7C96-42A0-96E2-23719635486C.jpeg

A rocha calcária como sabemos dificilmente originou solos, sobretudo onde a humidade e as chuvas são escassas, assim sendo a agricultura que por séculos, até hoje era importante, fazia-se em pequenas, pequeníssimas parcelas rodeava-se muros de pedra, que obrigatoriamente eram, com paciência retirados do solo para o poder cultivar! Exceptuando uma pequena área na parte ocidental da ilha a actividade agrícola é mínima...

 

C7987B40-17A6-4C63-A25C-B292DFDFF66C.jpeg

7701CD48-7A5A-474B-8122-22D360CB7112.jpeg

 

O progresso veio tornar desnecessário esse esforço hercúleo que no entanto persistia neste provável reformado!

publicado por naterradosplatanos às 13:25 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 14.02.20

A cidade das cidades...

Quase que me atrevo a dizer que Malta é uma ilha urbana, pequenas cidades anteriormente existentes, graças ao desenvolvimento  soldaram-se como numa cidade única que no entanto é diferente nas suas partes! Vejamos: no lado norte da ilha é a cidade que não desmente o crescimento pelo turismo e a outra (que são outras) que vêm de tempos bem mais recuados e com um carisma único!
As casas de pedra amarela, (
frágil calcário) e suas pequenas varandas fechadas e multicores, tornaram-se  no ex-libris de Malta, embora muitas delas estejam totalmente degradadas! O facto de estarem debaixo da proteção da lei que não permite a sua descaracterização e sendo grande parte delas baixas, não as torna apetecíveis para o imobiliário... e assim se vão degradando!

 

89E50317-DBF9-4A54-939E-6BC46F4CA299.jpeg

FDF3025B-959A-44CD-9A55-D13314422396.jpeg

2D73DCAD-A77C-4CC8-88B7-D9137BC9566E.jpeg

4B865076-F2CD-490F-AB76-FFDA0E1408B6.jpeg

 

6BD066CF-98CE-4FF1-956F-3A155FDAD4BC.jpeg

D2F46FBE-17F0-4FF1-8A69-08F8715F5136.jpeg

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 19:16 | link do post | comentar
Quinta-feira, 13.02.20

Olhar de turista sobre Malta...

Malta é um “melt pot” de nacionalidades, tal como o foi de civilizações.

A esta pequena ilha aflui gente de todo o mundo e é muito fácil comprová-lo se prestarmos atenção a quem connosco se cruza: pele de todos os tons, isto é, graduados do branco, branco do norte ao negro , negro da África que fica a não muitos quilómetros daqui,  passando, claro está, pelo acastanhado dos indianos, paquistaneses, filipinos... também os olhos nos indicam as origens, quer pela cor, quer pela forma. Além disso e dentro destes todos que mencionei há ainda que distinguir os que residem e os que procuram o sol e as temperaturas amenas. Sim à procura de praias não vêm, porque aqui na Ilha não existem!

Talvez e por isso não haja muitos turistas com crianças pequenas como vemos no Algarve. Também os turistas se distinguem de quem a habita pelo que vestem: calção e sandálias os homens, sandálias e “shirts” bem decotadas nas senhoras; os malteses e afins em trajo normal (casacos e outros agasalhos ainda se vêem) de quem vai trabalhar seja no que for.

Toda esta gente forma pequenas multidões que atravessam as ruas, sobem e descem as vielas ou

6B2927ED-C74F-4263-8821-CD8608F872FF.jpeg

 

fazem fila para o barco que, em cinco minutos, as deixa no outro lado da baía...

É um ambiente interessante mesmo que às vezes pareça confuso!

tags:
publicado por naterradosplatanos às 18:00 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 12.02.20

De novo em Malta...

Estamos pela segunda vez em Malta, a primeira vez foi em Dezembro de  2015 e em três anos não noto grandes diferenças  a não ser a existência de mais hotéis e talvez mais obras em curso. Por aqui circula muito dinheiro e por isso é natural que se queira mais e melhor, porém dispondo só do espaço da ilha que o é, a situação complica-se!

Fui ler o que escrevi nessa altura e constato que não preciso para já de acrescentar nem tirar nada, por isso deixo aqui o link “Olhar Geográfico sobre Malta” e amanhã deixarei o “Olhar Turístico”!

 

Algumas fotografias de hoje:

 

99C23924-505F-4655-8AE3-91550668B918.jpeg

B307FF46-A4FA-44CF-836C-EA91245205EF.jpeg

2C6BA95B-F01A-4E1C-A7BB-88E17FD1111A.jpeg

 

 

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 20:19 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 11.02.20

E por aí...

... reformados e felizes a gastar a herança dos filhos!

7B11021D-96ED-469A-8B74-112CF6998FA7.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 16:52 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Sábado, 08.02.20

A semana passada num dia de chuva...

 

... guarda chuva aberto e o dela também. Como os nossos percursos se cruzavam e o guarda chuva  lhe protegia o rosto do vento, ainda o “cache-col” e o gorro que usava, não me permitiriam reconhecê-la... ela a mim sim. Quando ouvi o meu nome parei e  ela de chofre perguntou-me simplesmente: posso dar-lhe notícias da Teresa?

De imediato reconheci a D. Marília, mãe da Teresa, a Teresa Manso, que, com orgulho me disse que a filha era investigadora na Universidade de Aveiro, que há tempos tinham falado em mim e que, como me viu, resolveu falar-me! De repente desci a “memory lane” e “vi” a Teresa sentada na nossa sala, nessa altura a 2, e que ela ainda descreve.

Pedi-lhe o e-mail da Teresa, ela pediu desculpa dizendo que não se entendia muito bem com estas tecnologia e comprometeu-se a mandar-lhe o meu número de telemóvel e falar-lhe do nosso encontro.  
Três ou quatro dias depois chegou um  SMS da Teresa com o seu endereço electrónico!
Um resumo do que comigo se passou, entre esses longínquos anos e os dias de hoje seguiu para ela e a resposta não se fez esperar!

 

 

Querida professora
Foi com gosto que recebi as suas notícias. Fico especialmente feliz por perceber, nas suas doces palavras, que a vida tem sido generosa consigo e com os seus.

Eu lá fui tendo o meu percurso, e tal como a grande maioria de nós, não fiquei por aí. Não deixo de o lamentar, pois cada vez que vou ao meu Alentejo, tenho um sentimento misto, entre a tristeza de ver a cada visita mais uma loja fechada e mais um prédio em degradação, e a alegria de voltar a um lugar onde consigo ouvir-me, colocar ordem nas ideias... Muitos se riem de mim, quando digo que o Alentejo não cheira igual e que o céu é único, mas não acreditam. Aqui entre nós, ainda bem!...

....

Lembro-me bem do meu tempo de liceu, do bloco A, da sala 2 em frente ao anfiteatro, do meu lugar com vista privilegiada para o pátio interior.

Passados estes anos, recordo com carinho muitos dos meus Professores, entre os quais a Professora...

...


Tirei Engª Agronómica e segui para doutoramento no ramo de Biotecnologia. Durante e após o doutoramento (apenas possível com bolsa que agradeço ao Estado) tive a oportunidade de trabalhar com excelentes grupos de investigação. Depois de entregar a tese, ainda estive algum tempo para defender, pois tive que aguardar a publicação de uma patente.

Através de prémios e bolsas estive em Espanha, Suécia, Uruguay...

... 

Terei muito gosto em revê-la. Quando aí for, com um pouco mais de tempo, avisarei. Pode ser que esteja por lá e que tenhamos oportunidade de almoçar

Um beijo terno
A sua aluna, Teresa Manso

 

No e-mail vinha um site e nele a Teresa na sua actividade de investigação... tenho que confessar que se fosse ela a passar por mim não a teria reconhecido... afinal já lá devem ir uns 25 anos!

publicado por naterradosplatanos às 18:01 | link do post | comentar | ver comentários (2)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2020

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
17
18
19
20
21
23
24
26
28
29

posts recentes

últ. comentários

  • Um bom exemplo de uma cidade monumental muito bem ...
  • São muito bonitos os Cascos Históricos das cidades...
  • Conheço Vitória e é uma cidade, de facto, lindíssi...
  • Este sorriso enfeitiça ...
  • Os meus sonhos sempre se limitaram restritamente a...
  • Abóboras lembram-me a deliciosa compota com pedaci...
  • Deixei lá, no meu espaço, uma pequena mensagem par...
  • Também gosto da cor, da imagem, do sabor seja onde...
  • Fazem um doce delicioso! Lembra-me sempre o tempo ...
  • As abóboras fazem-me lembrar o Halloween e como as...

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO