E por aí... de novo a Ocidente

 

 

 

  

Agora é verdade que para nós, todos os dias são sábados, domingos e feriados e portanto devemos deixar os verdadeiros para quem ainda não chegou à nossa etapa da vida. No entanto desta vez e por motivos de agenda (!!) ainda saímos ontem, 6ªf, embora com ideias de regressar ao Areeiro já amanhã.

 

Desta vez o Ocidente materializou-se em S. Pedro de Moel um lugar de veraneio há praticamente um século! Como sei?  Pela lápide que existe na Casa Museu de Afonso Lopes Vieira, poeta, casa onde nos princípios do séc XX passava os meses de verão e onde produziu grande parte da sua obra…

 

 

 

S.Pedro de Moel foge à regra das nossas cidades balneares talvez porque não está na moda. Não tem aldeamentos, nem torres de apartamentos mas apenas vivendas rodeadas de jardins, muitas delas ao estilo de Raul Lino, outras nas linhas dos anos 50, daí o seu aspecto harmonioso, acrescentando que praticamente não há casas degradadas apesar do inclemente inverno que por aqui se sente.

 

Além disso tem um litoral de falésias com pequenas praias em concha, muito bonito e onde se pode passear por um corredor de madeira… ao fundo o Farol.

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 20:26 | link do post