Do Areeiro...

 

       

 

Do Areeiro …

 

 

 

 

 

 

 

Não tenho aparecido aqui, não por preguiça, não por  ter esta “geringonça” a não funcionar ou por outro qualquer motivo válido, mas simplesmente porque me faltou assunto que eu achasse com interesse para quem me lê!

 

Quando se está pelo Areeiro muito tempo e não “por aí…”, às vezes torna-se difícil ter imaginação: na horta está tudo a crescer, mesmo achando eu que é muito lentamente, os morangueiros até aqui só deram uma dúzia e as  cerejas começam timidamente a pintar e... mais nada de relevante!

publicado por naterradosplatanos às 18:51 | link do post