A Livraria do Sr. Péricles

Olhei e achei estranho, à primeira achei que qualquer coisa não encaixava na minha cabeça.

Sim, era uma frutaria, mas não sei há quanto tempo lá estará... também vou poucas vezes à cidade onde na minha adolescência a frutaria de hoje era a Livraria do Sr. Péricles nos tempo de então.

A livraria do Sr. Péricles era também papelaria, como acontecia na altura, uma papelaria com as novidades dessa época onde adorávamos precisar de ir. Tinha um balcão de madeira, relativamente alto, tenho a sensação que precisávamos de nos esticar para espreitarmos lá para dentro...

Do que me lembro também é das "sebentas"do Sr. Péricles, que eram uns cadernos muito grossos, aí com um centímetro de lombada, de folhas muito brancas e que serviam para tirar apontamentos, fazer rascunhos de trabalhos e... muitas vezes para fazer bonecada quando estávamos distraídas.

 

A minha ligação a esse edifício resulta ainda do facto de no 1º andar ter sido a sala de explicações do Sr. Manso. A sala tinha uma enorme mesa à volta da qual nos sentávamos, em grupos de oito a dez alunos, e onde havia também um enorme quadro preto colocado num cavalete.

O Sr. Manso só dava explicações de Matemática ao Complementar, hoje 10º e 11° anos, tinha um certo mau feitio e tínhamos-lhe muito mais respeito do que a qualquer professor.

Hoje o edifício, que então tinha uma linda varanda está em avançada degradação, a Livraria do Sr. Péricles já lá não está há muito e eu tenho pena!

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 20:21 | link do post