Aeroporto de Miami... Agora Cuba mais perto!

Estamos no terminal F de onde parte o avião da TAP que nos levará de regresso. Não sei se os outros terminais serão semelhantes, mas este é francamente muito fraco, mais parece uma estação rodoviária de pouca qualidade!
Dos muitos aeroportos em que já passei e não vou enumera-los pois pareceria vaidade, o Aeroporto de Lisboa é o mais requintado que conheço. Luminoso, limpíssimo bem decorado com imensas lojas de grandes marcas, marcas requintadíssimas onde se pode encontrar tudo o que é bom! Este é mesmo uma tristeza pois nem há lojas para fazer "window shop" que ajudem a passar o tempo!
Valha-me o jornal para me entreter embora as notícias do 777 não sejam a melhor distração para quem vai passar 9 horas num A 320 sobre o Oceâno Atlântico.

————————

Afinal já na "Gate 16 do terminal F surgiu-me mais assunto para o post.

Há pouco mais de um mês, depois de uns 50 anos, reeniciaram-se os vôos para Havana (Cuba) e acontecia um exatamente na "Gate" ao lado precisamente para esse destino.
Foi interessante observar quem ia e as bagagens que levavam: seis senhoras em cadeiras de rodas, (serviço fornecido pelos aeroportos quando as pessoas de idade já não têm capacidade para fazer quilómetros por aqueles corredores até há porta do avião); pessoas de todas as idades, novos, menos novos e crianças. Quanto às senhoras idosas fiquei sem saber se iam de visita à terra deixada há muito, se vieram ver os seus à terra que os acolheu e agora regressavam.
O que eu achei interessante e que diz muito, foi o que levavam nos sacos impossíveis de fechar já que abarrotavam de café, pacotes de bolachas, toalhas de mesa, panos de cozinha... e nos braços enormes ramos de flores artificiais!!
Um rapaz novo levava mesmo, quiçá para a mãe ou avó um quadro com a figura do Sagrado Coração de Jesus!!







publicado por naterradosplatanos às 17:51 | link do post