Barcelos 🐔

 

O seu galo, corre mundo e indubitavelmente é um sinal de gerações de portugueses que nesses [mundos] se estabeleceram. Encontrei-os em inúmeros lugares no Canadá e Estados Unidos. Em Toronto, penso eu, (embora já não tenha a certeza absoluta) encontrei a sua lenda, escrita em inglês na parede do Nando’s Restaurant!

Aqui em Barcelos a tradição está bem presente e eles estão por todo o lado: os tradicionais, os estilizados e de outros  cunhos pessoais... mas a cidade tem outros aspectos que a tornam bonita.

O facto de se desenvolver nas margens altas do Rio Cávado dão-lhe aquele ar dos altares dos Santos Populares, floridos pelos cuidados jardins que a cidade mantém. As ruas têm joias, as que sobraram do ímpeto de construir de novo, palacetes que pertencendo a quem não precisava escaparam à demolição... noutros casos as paredes de granito, provavelmente sem herdeiros, manter-se-ão, talvez por falta de coragem de derrubar esses séculos de resistência...

 

1DE8E20F-4E06-4265-842D-775522B325FD.jpeg

 

4657AC41-37AA-4056-93A0-5CE5B01F2007.jpeg

82FAF8E2-E5F9-4496-876E-EFD36D7FA5DC.jpeg

2E611072-336D-4FCF-8C43-86401A845284.jpeg

72165A54-0B01-408E-9621-9EA838978BDC.jpeg

850EEDDB-AD7E-4B2F-BC13-726FDCC0F0C3.jpeg

0FFF572E-9ECD-42D3-97B6-A90703EB54DF.jpeg

6515B403-A62A-4757-A309-18C37ACD7AD0.jpeg

  1. A13F69B5-11A8-4F32-A6EB-EE81E6EA44AC.jpeg

     

 

 

 

 

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 19:59 | link do post | comentar