“Da Gaveta” *

Acabei de ler “Da Gaveta” e também gostei muito. É um livro denso, metafórico na sua maior parte. É preciso lê-lo de vagar (o que me foi difícil já que é empolgante) porém às vezes ainda precisei de voltar a trás e recordar a história numa geografia que conheço, embora não na primeira pessoa.

O livro começa com as memórias de uma infância feliz e de alguém que muito se amou …acaba com palavras em que a ternura se sente:

”Compreendo-te mãe “ 

 

Isabel Tallysha-Soares  -   Da Gaveta, Coolboks  

D8DCAF1F-DBFD-4B19-ADF3-9E4D97A414B1.jpeg

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 17:26 | link do post