Diário da minha “prisão”:12º Dia

Manhã, como vai sendo hábito, limpezas, hoje um pouco mais cuidadosas.

 

Tarde maravilhosa no jardim/horta/pomar. Às cinco da tarde, altura que vim para dentro, os 14 pés da vinha ficaram cavados, a nespereira e toda uma parede de maracujás tratada e adubada.

Para lá do muro, indiferentes aos problemas pastavam serenamente as cabras e as ovelhas da D. Maria José...  dentro de muros a ginjeira e a cerejeira deram-me um ar de esperança não sei se dos seus frutos lá para Maio, se de outra esperança!

 

0DB2A772-D2D1-42F5-BEC6-58DA64A65484.jpeg

DB360B23-D6D9-47AD-9DDA-B9B65D3A6BFF.jpeg

931330A5-9B78-4778-9373-E2D001C8AF76.jpeg

 

5B90F87A-14D2-4C19-AEB4-08FA1FA13DCC.jpeg

A2C1B298-F6B3-44EF-9BC6-00E2EF19CD38.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 20:57 | link do post