“Diários do nada” (32)

Agora no inverno o sol nasce tarde por de trás da vertente que tenho a trás do meu jardim... eram umas 10h quando por lá fui dar uma volta o que não acontecia há uns oito dias!

 

De regresso, de lá do fundo, deparei-me com elas, que de momento são as únicas que alegram o jardim!

318A1A74-E50A-4303-A91A-BCCEF5935E41.jpeg

6FBF5849-AFD6-4A2E-9864-06AFD1F25FD4.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 10:14 | link do post