Há um bocadinho de paraíso por aí...

Há sim e eu estive, mesmo que brevemente, num deles. Esse paraíso tem o nome de " Moínho da Asneira"!
O nome soou de tal maneira à minha neta D. que na sua ingenuidade me perguntou: "avó, aqui podemos fazer asneiras?"

Voltemos ao pequeno paraíso. Chega-se lá por um caminho de terra batida até se atingir a beira da água e num pequeno largo deixa-se obrigatoriamente o carro... A pé, por um pequeno dique chega-se a ele. Pequenas casas espalham-se pela arriba florida com flores campestre e outras ali postas pela mão de um casal de holandeses que eles também aqui, em Portugal, encontraram certamente o seu.
Há um cais flutuante onde se chega por um passadiço que igualmente flutua entre os juncos, no lago há "gaivotas" onde se pode pedalar ou simplesmente flutuar nas águas... Barulho? Não há, só as vozes das crianças ou dos pais atentos a elas e os pássaros que ninguém importuna.

Foi aqui neste ambiente calmo, longe da correria do dia a dia que os meus três netos e os pais passaram três dias: a D. saltitando logo que atravessa a ombreira da porta, a R. sempre agarrada a um livro e o Nuno que descobriu o gosto pela pesca dando " banho à minhoca" na esperança de apanhar uma dourada! Os pais esses,descansaram também!










publicado por naterradosplatanos às 18:25 | link do post