Não desapareceram de todo!

No aeroporto gosto sempre de apreciar e conjeturar sobre quem passa, uns já atrasados, outros, como nós cheios de tempo. Outros empurrando carrinhos a transbordar de malas em equilíbrio instavel, outros, também como nós, apenas com uma pequena mala de cabine...

Há anos que não dava por outras, que não as de duas ou quatro rodas, maiores ou mais pequenas sempre rodando puxadas por novos e velhos, todos seguindo a "lei do menor esforço"!

image.jpg 

Porém, desta vez deparei-me com um casal que não se deixou ir em modernices (se bem que de há longa data). Ele a par de uma mochila às costas, levava na mão uma mala, uma mala daquelas que ainda têm correias a oferecerem segurança aos fechos.

Provavelmente vem do tempo em que eram jovens e quem sabe "cheia" de felizes recordações.

 

Aqui ficam as fotografias que, meia escondida, lhes tirei. 

 

image.jpg

 I

publicado por naterradosplatanos às 19:01 | link do post