Não são só os abraços...

 
 
Sempre que vou lá a casa, o meu neto H. enche-me de abraços, não só quando chego mas em qualquer momento durante o tempo que lá estou... e são abraços tão espontâneos que me deixam a pensar nesses “ porque sim”!
Ontem já depois dos TPC feitos veio à conversa o ter um mealheiro para juntar “moedinhas”... Realmente havia um porquinho já sem cabeça, (já que feito em Legos) onde havia meia dúzia de moedas pretas!
Tendo eu comentado que tinha muito pouco diz-me: mas avó, eu tenho uma conta no banco e lá  tenho muito dinheiro, mas sabes, é segredo! Pois, acrescentei eu em concordância. Mais um abraço e acrescenta em tom de segredo: mas a ti digo-te, tenho... já é muito não é avó?



 
publicado por naterradosplatanos às 19:18 | link do post | comentar