Onde há balões há crianças...

 

Os balões são o fascínio de qualquer criança, sempre o foram e o são, no futuro não sei...

Os balões da minha infância e até dos meus filhos eram diferentes dos de hoje e por isso à felicidade de ter um, logo vinha a tristeza por se ter subitamente rebentado!

 Os balões de então eram bem coloridos mas frágeis, além disso eram apenas simples balões atados por um fio e nada de se elevarem no ar... roçar no chão ou num arbusto, por descuido, e a felicidade desaparecia num estrondo!

 

Os de hoje têm as caras dos heróis que a televisão lhes impõe e outros que, como o Rato Mickey, são imortais. Confesso que além deste, da Mini, e do Homem Aranha os outros ultrapassam-me! 

Estes balões em que a  personagem é relevante na escolha, têm a vantagem de se manterem no ar não rebentando facilmente, apenas vão murchando...  depois, acabam os seus dias no canto do quarto das crianças que tornaram felizes,  até a mãe de cada uma delas se lembrar de o por na reciclagem... presumo eu.

 

Estes balões estavam presos num carrinho e o bebé ainda não tinha idade de exigir um, á mãe que os vendia!

096B6B37-5AF0-42E9-95CB-B92EA480CBFF.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 23:35 | link do post