Domingo, 05.05.19

Diários do nada (40): vaidade

Vaidade é um sentimento feio eu sei, mas a vaidade não é comum na minha pessoa... porém quando se trata do meu jardim, sim sou vaidosa!

 

3E628E5D-9096-43C3-A326-E23422FDE7A0.jpeg

... e ainda o jacarandá não floriu!

28689292-94B0-483D-BD9F-6E7C799181EC.jpeg

 

 

publicado por naterradosplatanos às 15:18 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Sexta-feira, 03.05.19

Diários do nada(39)...

O dia estava de sol quente, as cadeiras logo ali e embora a “saison” ainda não ter aberto aqui no Areeiro, resolvemos aproveitar...

2984F369-FEF8-448D-951B-E81F9C3AA8FE.jpeg

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 21:00 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Segunda-feira, 15.10.18

Diários do nada(24): finalmente...

Finalmente chegou e todos estaremos de acordo que é abençoada!

 

08276101-6229-4601-97BF-6467B0F29324.jpeg

 

tags: ,
publicado por naterradosplatanos às 10:59 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 26.08.18

“Diários do nada”(10):silêncio...

 

 

As crianças foram-se: os mergulhos, as bombas, as corridas em volta da piscina... acabaram.

O Areeiro ficou assim como esta bola... solitário!

 

195720AD-26CD-40E5-8D60-F3E1E512D030.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 15:28 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 25.10.16

Não tenho raízes...

Durante a viagem de ontem vim refletindo no facto de sentir que não tenho raízes!

A cidade que me viu nascer, viu-me deixá-la aos 17 a caminho da faculdade, depois a cidade que me "deu" um curso teve-me 5+ 5 anos, depois veio o Alentejo que me "tem" há 42 , porém sem nunca ter conseguido nela lançar verdadeiras raízes.

Meditando sobre isto concluí que na realidade eu só tenho aqui uma única raiz que me prende, a minha casa, aqui no Areeiro!

Pudesse eu transplanta-lá como faço com as árvores do meu pomar e eu não estaria aqui... ingratidão para esta cidade dirão. Sim, pois foi nela que passei dos dias mais felizes da minha vida: exercí a profissão que me preenchia, aqui criei os meus filhos sem preocupações, primeiro na pacatez da Praceta, depois no Areeiro. Tudo estava a dez minutos de casa, a escola, o colégio, a fábrica... e isso contribuiu para a vida calma que levámos  - assim uma espécie de linha reta onde tudo era mais ou menos previsível.

A escola acabou, a fábrica também, ficaram os conhecidos mas estes não contribuiram para criar raízes...

Assim temos apenas uma raiz que sendo tão forte nos mantém aqui, essa raiz é a nossa casa!

image.jpeg

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 12:20 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Sexta-feira, 06.02.15

Onde começa e acaba o arco-íris?

 Hoje o dia foi daqueles que apelidam de "dia de bruxas" dias em que ora o céu está de um escuro violáceo, ora o sol brilha espreitando por entre as nuvens que sobem até à estratosfera, os chamados cumulonimbos, como tantas vezes ensinei aos meus alunos...

Os aguaceiros fortes e gelados, que hoje mais pareciam de neve, também lhe são característicos.

É nestas circunstâncias de tempo atmosférico que  a luz do sol se refrata e decompõe em " mil (7) cores" nas gotículas suspensas na atmosfera, aparecendo então os arco-íris.

 

Hoje, este visto de longe, "nascia" no Areeiro... onde terminava não sei!

 

 

image.jpg

publicado por naterradosplatanos às 18:40 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 06.10.14

No Areeiro...

Depois de dez dias por aí, aqui estamos de novo no Areeiro. O jardim estava muito "queixoso", a relva estava com um palmo, as petúnias secas pendiam já sem cor, folhas de outono arrastadas pelo vento acumulavam-se nos cantos... Isto do lado do olival que se estende para lá dos muros porque, do lado da frente estava como vêem

 

A buganvília continua exuberante até que os dias de chuva a dispam das flores...

 

publicado por naterradosplatanos às 20:58 | link do post | comentar | ver comentários (3)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Junho 2019

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
20
23
25
26
27
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

  • O Henrique é um verdadeiro observador, em que alia...
  • Eu dispenso o Verão Alentejano. Por mim, está bom ...
  • Mas que comentário cheio de força!!
  • Meu Deus que Maravilha Bj
  • O H. é um poeta!AbraçoRV
  • Um jardim azul numa sinfonia de tonalidades!
  • Tudo azul, que bom e que bonito!Abraço
  • ... por ' trás ' do cinza, o céu continua azul!, ...
  • Adoro! (também estive no Porto este fim-de-semana!...
  • Não sei onde irá encontrá-lo!Por aqui chove!Abraço...

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO