Sábado, 27.10.18

O nosso périplo... (1)

 

 

Começou na Paiva Couceiro, numa manhã amena de céu azul de Outono: Morais Soares, Almirante Reis, Rossio... em passo de passeio espreitando esta ou aquela montra... mais abaixo a livraria, propriedade de descendentes goeses que o mostram, não pelo que vendem mas pelo quadro que ao fundo da loja nos esclarece.

 

A Almirante Reis deixa-nos passar, deixando-nos admirar os frisos dos azulejos que  ainda restam no topo dos edifícios... vem então o Martin Moniz com a sua população do Mundo... sem darmos por isso estamos no Camões!

D6251626-382D-4C7E-B6F3-95943FCE4739.jpeg

 Sim, são as nossas mochilas que a partir de hoje passarão a ser fotografadas em cada novo périplo, num lugar que o identifique.

 

Hoje o objetivo era o Bairro Alto, que nenhuma de nós conhecia!!

Claro que o Bairro Alto pela manhã, não deve ter nada a ver com o mesmo à noite: as ruas estão mortas, quem passa tem ar humilde, das varandas pendem roupas que são, pelo seu aspecto, de gente pouco abonada...

Nas varandas há vasos com flores plásticas...as portas ao nível da rua denunciam as actividades noturnas que deixaram o lixo que se acumula no chão ou em contentores a transbordar! 

 

Talvez o Bairro Alto na sua versão noturna seja diferente porque a noite não deixa ver a sua tristeza de durante o dia...

 

D1091117-6728-4983-B0FA-35BEAB43120C.jpeg

63F88061-3AED-4A3F-A108-21B204B1EECB.jpeg

E4553F68-75D5-4FEB-BF6E-C25683EC6A05.jpeg

8B7200EB-BB0E-448A-96B3-8F182FD29801.jpeg

 Foi o que vimos, um bairro decrépito, sujo, triste!

publicado por naterradosplatanos às 22:41 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 18.05.18

2.ª parte do Périplo...

...continuando sempre a pé, a  Praça da Alegria aparece-nos do lado esquerdo, as árvores tropicais não estão agora floridas como acontecia em pleno inverno...

Continuando sempre a subir estamos na Rua da Escola Politécnica, um pouco mais à frente aparece o portão do Jardim Botânico a ele só poderia fazer críticas pois apesar da aclamada revitalização de um milhão de euros, não ficou muito melhor do Jardim Botânico do Porto que então tanto critiquei.

...

A Estufa Fria, a meia dúzia de paragens de autocarro, faz-nos entrar numa espécie de paraíso subtropical, numa profusão de verdes, numa luz coada e onde o barulho da cidade não entra...

As fotografias não desmentem a paz que lá se sente! 

E5A70918-6815-4889-BD73-B00C134662E4.jpeg

8310E7E1-1494-4D33-9186-90F0D156BA0D.jpeg

C4407FBB-E143-48E6-A3B4-34D0BB1E504F.jpeg

7363FD3D-24F4-4EBA-9F8D-C0D165D10325.jpeg

 À saída indagámos de quem tem a responsabilidade desta impecável manutenção, ao que nos responderam que é a Câmara Municipal de Lisboa e que lá trabalham apenas quatro jardineiros!

 

Perguntamos se tinham Livro de Elogios, disseram-nos que não e estenderam-nos uma folha onde então deixámos os nossos!

 

 

❤️❤️❤️❤️

Agora, digam lá se a minha companhia não é linda!

F41ABF42-10F4-4636-8DF7-22553F19DC18.jpeg

 

publicado por naterradosplatanos às 20:31 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Domingo, 05.02.17

Périplo pela Mouraria...

Tinha-mo-lo prometido a nós, só era preciso conjugar a minha ida a Lisboa com a estadia da Fátima.

Como só tínhamos pouco mais de cinco horas disponíveis, abandonámos a ideia da Lapa e decidimo-nos pela Mouraria. Já não me lembra de lá ter ido, provavelmente a única vez foi numa das visitas de 4ªfeira quando estava na Faculdade. Mas já lá vão tantos, tantos anos!

Certamente a Mouraria era bem diferente da de hoje. Na altura os bairros de então eram e pareciam pobres. Hoje não, ou pelo menos a Mouraria não. As ruas estão muito limpas e praticamente todo o tecido urbano está de cara lavada, recuperado... o airnbn e o booking.com terão algo a ver com isso.

A traça das casas não se modificou mas os vidros duplos e as portas renovadas são sinónimo disso pois as ruas estreitas são as mesmas que gerações bem diferente subiram e desceram...

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

Também aqui a moderna arte urbana teve algo a dizer numa parede que estava vazia

image.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 16:56 | link do post | comentar | ver comentários (4)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Novembro 2018

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO