Domingo, 25.04.21

As rosas da minha vizinha da frente...

No princípio de estarmos no Areeiro ainda plantei rosas mas logo desisti. Não gosto de rosas? Claro que gosto, só que as rosas são muito efémeras... os botões logo se abrem e as rosas se desfolham... além disso precisam de tratamento para o míldio e oídio que as ataca com facilidade, deixando-as sem graça!
Hoje passei ao lado das da minha vizinha e só as rosas em si estavam bonitas, na ponta dos ramos já com poucas folhas.

Ei-las:

E já agora..."a rosa que não quer ser mais rosa"

https://youtu.be/nhz3o60eS6Q

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 17:42 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 15.05.19

Diários do nada (42): as rosas das minhas vizinhas

 

Não tenho rosas no meu jardim porque são efémeras! São lindas em botão e nos dois ou três dias que lhe sucedem. Depois abrem demasiado e logo se desfolham... além disso o míldio ataca-as de imediato: folhas amarelecidas pintalgadas de manchas escuras. Além disso também há a considerar os pulgões, depois crescem demasiado, ás vezes desengonçadas, pelo que não são boas para canteiros largos como os meus.

As minhas vizinhas têm roseiras com os males que apontei, (como se vê nas fotografias) e que se enleiam entre muitas outras espécies vegetais...

 

37C5EDDA-53FB-43D8-8158-9B31CB153ACB.jpeg

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 21:46 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Terça-feira, 28.11.17

À tarde no Chiado...

Era meio da tarde, caía a chuva intensa que todos desejamos... debaixo de um toldo de esplanada vendiam-se na sua frescura rosas e gerberas.Tão frescas nos cestos de verga que me trouxeram à lembrança uma madrugada de Julho do longínquo ano de 1968.

Nesse ano eu e a minha irmã fomos pela primeira vez a Londres e porque tínhamos visto a My Fair Lady, da nossa lista de lugares a visitar estava o Convent Garden.

O Convent Garden de então não era aquilo em que se tornou depois, era sim um mercado por grosso que abastecia Londres e que portanto começava de madrugada.

O nosso hotel era perto e nós sabíamos que só de madrugada podíamos assistir ao maravilhoso espetáculo da sua abertura.

Levantá-mo-nos ainda noite escura... o Convent Garden na sua estrutura de ferro pareceu-nos pouco iluminado. Lembra-me que nos suscitou algum receio no entanto avançamos... de um momento para o outro sentimos que a Elisa, na figura da Audrey Hepburn, podia a qualquer momento chegar com o seu cesto de violetas!

 

Foi um momento inesquecível.

 

Hoje as flores do Chiado:

5762F04D-A820-414C-BF5E-0286305E2B43.jpeg

6330CE3A-F831-4AA1-AF45-5DB62EB7417F.jpeg

publicado por naterradosplatanos às 18:17 | link do post | comentar | ver comentários (3)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Setembro 2021

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO