Domingo, 31.10.21

Estão de volta 😊…

Sim, os turistas estão de volta, que o diga o elétrico 28 onde a fila já se fazia sentir. Nas ruas voltavam a ver-se os calções em pernas brancas que nos dizem da sua origem, gente acalorada  que contrastava  com os nativos que certamente se sentiam bem  na sua roupa de estação.

No Chiado, Fernando Pessoa sossobrava na multidão dos que queriam uma "selfie"com ele... se o mesmo tivesse cérebro gostaria certamente  de voltar aos tempos de confinamento!! A rua Augusta estava também animada, as esplanadas cheias e os turistas degustando pastéis de nata e os recentemente inventados "pastéis de bacalhau recheados de queijo da serra" (que eu nunca provei)!

Também já lá estavam os carrinhos de castanhas - uma dúzia 2.50€  e os tocadores de ocasião - aqueles que se acompanham eletronicamente e os que, como o da fotografia, que nunca deve  ter de lá tirado um acorde, que lhe valha esse nome. Porém a vida está difícil e ainda há quem, apesar de tudo deixe uma moeda...

Vem aí o Inverno mas quero crer que estas temperaturas amenas sejam convidativas e "eles" continuem a vir.

EA519012-3DAA-4DDF-BC4E-AA3AC45ACD7F.jpeg

982278AB-FDD8-481E-A408-99EB1B384C54.jpeg

D063D071-C855-403F-A824-F26A42BD058F.jpeg

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 11:56 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 14.06.18

Deixemos por agora a Baixa para os turistas...

... e regressemos lá para o inverno.
Como se sabe e alguns se queixam, agora as ruas são deles...Hoje por duas vezes  empregados de esplanadas se me dirigiram em francês, talvez pela minha mochila e ar descontraído, confundiram-me com uma turista!
Realmente agora, pelo que se lê, os franceses também já nos descobriram e assim a sua língua ouve-se quase tanto como o inglês, o que até agora não era comum. O que também constatei e com pena, foi que lojas que eu conhecia desapareceram e no seu lugar estão  pastelarias, restaurantes, lojas de “souvenirs”! Disso  também não gosto, mas parece ser a evolução natural dos sítios turísticos... nada a fazer!
 
Esperemos um próximo inverno menos chuvoso para então nos passearmos pela Baixa lisboeta de forma mais tranquila.

 

publicado por naterradosplatanos às 20:09 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 29.05.18

Um dia no papel de turistas

 

O autocarro 728 vai da Estação do Oriente até ao Restelo, sempre contornado o Tejo pela tal Lisboa “feia” de que falei e só em Santa Apolónia entra na Lisboa de ar limpo e amplo... o caminho de ferro ficou para trás e isso explica tudo.

O 728 atravessa agora o Terreiro do Paço e a enorme praça amarela, pelas nove horas, está já cheia de turistas... nós senti-mo-la de dentro do autocarro que continua até ao Cais do Sodré...

Até aqui, veio praticamente vazio como é próprio de um domingo de manhã...  então acontece a “invasão”, não erro se disser que uma centena de turistas entram e se comprimem uns contra os outros... Santos, Alcântara, Belém sem qualquer possibilidade de mais alguém entrar! Nós, sentados no nosso lugar ia-mos apreciando toda aquela gente: os olhos oblíquos e a língua, não nos deixavam dúvidas dos que vinham de terras longínquas, mas também havia “nuestros hermanos” daqui ao lado, italianos, franceses e uma grande maioria da língua que se vai tornando universal.

Os Jerónimos aproximam-se, o autocarro pára e uma golfada de gente sai no seu destino pré determinado...

 

Nós que só estávamos a “fingir de turistas” virámos em sentido oposto  e logo ali, numa esplanada bem perto e ainda sem multidões... fomos sim, cumprir o ritual do pastel de nata!

68DE34B6-1336-47A6-A6E4-882EB1453D74.jpeg

 

 

publicado por naterradosplatanos às 08:58 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Quinta-feira, 12.03.15

Calções e mangas curtas...

Lisboa está invadida de turistas e ir à Baixa é entrar, apesar do Sol e céu azul, em duas estações do ano diferentes, a nossa onde ainda dominam as mangas compridas e as botas e a dos turistas de calção e sandália e as mangas cavadas das senhoras!

 

As esplanadas estão cheias de gente de várias idades mas sobretudo de cabeças grisalhas...

O ambiente que se vive é solto, as lojas têm coisas bonitas e certamente a um preço muito convidativo para quem nos visita...

 

É bom sentir uma cidade buliçosa a par da tranquilidade do rio que a banha e que nas fotografias se comprova.

image.jpg

image.jpg

 

publicado por naterradosplatanos às 08:54 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Setembro 2022

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
19
20
25
27
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO